Navegação
 
Você está aqui: Página Inicial campomourao Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis no COUNI - Mensagem da Profª Vanessa Rasoto

Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis no COUNI - Mensagem da Profª Vanessa Rasoto

Mensagem da Profª Vanessa Rasoto

Queridos e queridas,

Gostaria de agradecer cada um de vocês pelo belíssimo trabalho realizado na Comissão que tive a honra de presidir!-) O agradecimento é extensivo aos discentes (que por meio dos respectivos NUAPES ou pela ASSAE) ajudaram na construção coletiva do projeto da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis, finalmente encaminhado para o Conselho Universitário. 

Desqualificar o projeto é uma agressão aos membros desse grupo maravilhoso e não merece ser adjetivado. Vocês foram e são show!!! O projeto é da UTFPR!-)

A criação da Pró-Reitoria não foi aprovada. Eram necessários 32 votos favoráveis. Mas a votação no COUNI reflete a qualidade do que foi feito e apresentado! Dos 34 votos possíveis, tivemos 30 votos favoráveis a criação da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (meros 88%). Em tempos que alguns que julgam isso antidemocrático tem práticas que nem mesmo nos regimes mais autoritários acontecem. Os 88% são de cada um de vocês!-) Isso pra mim não é perder!

É importante que se diga que dos 47 possíveis membros do COUNI, o presidente não vota, quatro cadeiras estão desocupadas (assim são 42) e dos quatro conselheiros externos, a média de presença é um. Assim, o número de conselheiros que votam é (sempre) menor que 39. A média histórica é 36. A reitoria é acusada, de forma leviana, de impedir a participação dos alunos. O esclarecimento do Prof. Pilatti na reunião foi perfeito e mostra que é mentirosa essa fala. Com esses números, a chance de qualquer matéria ser aprovada é praticamente nenhuma. Basta quatro ou cinco não irem que qualquer assunto não é aprovado. Pior é que tem gente que acusa de não ser democrático 30 conselheiros, quase todos eleitos, de um universo de 39 aprovarem uma matéria que altera o estatuto. A constituição brasileira seria modificada com 24 votos (3/5). A presidenta seria deposta com 27 votos. Se fosse considerado o que existe (42 conselheiros empossados que podem votar), a matéria passaria mesmo com 2/3 de tudo. Desculpe o desabafo. Mas estou decepcionada com pessoas que colocam interesses pessoais contra a UTFPR. No fundo, é mais que decepção, é vergonha.

Com a não aprovação do projeto de criação da PROAES, COAE e DIRAES, a nossa Assae retorna a ser a Divisão de assistência estudantil na Prograd e, consequentemente, a Assae de cada Câmpus retornam como Nuapes dentro das DIRGRAD.

Para quem não assistiu o COUNI, tem o vídeo no youtube. Peço encarecidamente que assistam na integra. A sessão, mesmo sendo uma página triste de nossa instituição, é uma aula.

Confesso que me sinto fracassada, principalmente pelos alunos e servidores da área que tanto se empenharam nesse sonho e que tanto precisam dessa estrutura para, os alunos, permanecerem na universidade, e os servidores, para conseguirem fazer aquilo que tanto lutam, o melhor pela educação! Esse projeto sempre visou uma Universidade mais plural, mais inclusiva, de qualidade e gratuita. Mas não vamos deixar de acreditar que ainda seja possível!-)

Agradeço ao bom Deus pela oportunidade de ter conhecido e trabalhado com cada um de vocês! Aprendi muito e admiro muito o trabalho suado, dedicado, intenso da nossa área.

Aproveito também a oportunidade para me despedir de atuar na área que para mim é essencial para a missão da nossa Universidade.

Por fim, acredito realmente que o sonho da PROAES foi apenas adiado por alguns anos!

Felicidades e, de coração, obrigada.

Prof. Vanessa Ishikawa Rasoto, Drª Eng
Atualizado em 24/11/2016

Ações do documento