Parque Tecnológico

Diretor de Relações Empresariais do Câmpus participa de Workshop sobre Parques Tecnológicos

O Câmpus Cornélio Procópio da UTFPR, através do Diretor de Relações Empresárias e Comunitárias, Felipe Haddad Manfio, apresentou a iniciativa do parque tecnológico do câmpus no Workshop Diagnóstico dos Parques Tecnológicos, realizado pela Conselho Estadual de Parques Tecnológicos (CEPARTEC), no dia 20/06/2017, na Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) em Curitiba. O evento contou ainda com a participação de representantes das 15 iniciativas de parques tecnológicos existentes no estado, das Secretarias de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), da Fazenda (Sefa), de universidades, Tecpar, FIEP, IAPAR e SEBRAE.

No Workshop, foram apresentadas todas as iniciativas de parque e abordados os quatro eixos considerados fundamentais para a consolidação e diagnóstico da situação atual: Marco Regulatório, Governança de Gestão, Universidade e Empresa e Financiamento e Fomento.

“Esta é uma importante oportunidade para ouvirmos as experiências que já estão se desenvolvendo em diversas regiões do Estado, para que juntos possamos ter claro o diagnóstico da situação atual e avançarmos para a construção de uma política concreta dos Parques Tecnológicos do Paraná”, ressaltou o secretário da Seti, João Carlos Gomes. O secretário lembrou que, ainda no segundo semestre, deve ser realizado um novo evento com a participação de representantes de parques tecnológicos de outros estados e países, com o objetivo de conhecer outras experiências já consolidadas.

CEPARTEC - O Conselho Estadual de Parques Tecnológicos, criado no ano passado, tem a missão de elaborar uma política pública para a implantação de parques tecnológicos. Entre as funções do conselho estão as de mapear as iniciativas existentes nessa área, apontar segmentos prioritários, aprovar e acompanhar a implantação dos parques além de buscar fontes de recursos para os projetos. Presidido pelo governador Beto Richa, o Cepartec conta com a participação de secretarias de Estado, universidades, entidades representativas de classe e institutos de pesquisas.

Atualizado em 28/06/2017

 

Ações do documento