Você está aqui: Página Inicial curitiba Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Notícias Notícias Ex-aluno do Câmpus Curitiba é destaque no Prêmio Capes de Tese

Ex-aluno do Câmpus Curitiba é destaque no Prêmio Capes de Tese

O ex-aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial (CPGEI) do Câmpus Curitiba, Roberson Assis de Oliveira, recebeu menção honrosa no Prêmio Capes de Tese deste ano, na área de Engenharia Elétrica (Engenharias IV), com o trabalho "Characterization and New Applications of the Acousto-Optic Effect in Fiber Gratings,", defendida no ano de 2011.

Roberson ingressou no CPGEI em 2006 como aluno de mestrado, tendo defendido sua dissertação em 2008. Nesse mesmo ano ingressou no doutorado, continuando seu trabalho no mesmo tema de pesquisa. Teve como orientador de mestrado e doutorado o professor doutor Alexandre de Almeida Prado Pohl, do Departamento Acadêmico de Eletrônica e CPGEI, e co-orientado pelo professor doutor Jucélio Tomás Pereira, do Departamento Acadêmico de Mecânica.

Entre 2009 e 2010 fez seu estágio doutoral no Interdisciplinary Photonics Laboratories da Universidade de Sydney na Austrália com bolsa da Capes. Em 2010 recebeu o prêmio de "Melhor Trabalho Estudantil" na Asia Pacific Optical Sensors Conference (APOS 2010), realizada em Guangzhou na China, com o trabalho “Design of a Viscosity Sensor Using a Long Period Grating Acousto-Optic Modulator”.

Durante seu doutorado também realizou breves estágios de pesquisa no Instituto de Telecomunicações de Aveiro em Portugal. Em seu mestrado e doutorado publicou dez artigos em revistas internacionais e vinte e cinco artigos em conferências nacionais e internacionais. Também é coautor de um pedido de patente nacional e autor de um pedido de patente internacional, a primeira solicitada pela própria UTFPR por meio de sua Agência de Inovação. Atualmente, Roberson é pesquisador sênior da Volvo do Brasil - Group Trucks Technology - Advanced Engineering, em Curitiba.

Prêmio Capes de Tese

Instituído no ano de 2005, com o objetivo de outorgar distinção às melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas nos cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação. São considerados na seleção os quesitos originalidade, inovação e qualidade. A pré-seleção é feita nos programas de pós-graduação das instituições de ensino superior e a seleção final por comissão designada pelo MEC. Ao todo são 47 áreas de conhecimento, a partir das quais as teses são selecionadas. O Brasil forma, por ano, mais de dez mil doutores.

 

Atualizado em 26/11/2012

Acompanhe as notícias do Câmpus Curitiba no twitter e no facebook.

 

 

Ações do documento