Você está aqui: Página Inicial curitiba Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Notícias Notícias Lançamento da 2ª ed. ampliada e revisada do Atlas Brasileiro de Energia Solar

Lançamento da 2ª ed. ampliada e revisada do Atlas Brasileiro de Energia Solar

Lançamento da 2ª ed. ampliada e revisada do Atlas Brasileiro de Energia Solar

Rodrigo L. Sauaia com alguns dos autores do Atlas: Andre Rodrigues Gonçalves (a direita), e Enio Bueno Pereira, Fernando Ramos Martins, Rodrigo Santos Costa e Gerson Máximo Tiepolo (a esquerda).

Passados mais de 10 anos da 1a edição, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) através do Laboratório de Modelagem e Estudos de Recursos Renováveis de Energia (LABREN) do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST), lançou oficialmente no dia 04 de agosto durante as festividades de aniversário do INPE, a segunda edição ampliada e revisada do Atlas Brasileiro de Energia Solar.

Com o rápido avanço da penetração das tecnologias de aproveitamento dos recursos de energia solar, esse novo Atlas surge em um momento oportuno como uma fonte de informação de qualidade reconhecida e fidedigna acerca da disponibilidade do recurso solar no Brasil.

Este Atlas utilizou o que há de mais moderno em termos da integração entre sensoriamento remoto, modelos físicos e técnicas estatísticas para mapear o recurso solar no país, com baixos índices de incerteza e grande confiabilidade.

Para essa nova edição, foram empregados mais de 17 anos de dados satelitais e implementados vários avanços nas parametrizações do modelo de transferência radiativa BRASIL‐SR, visando melhorar ainda mais a confiabilidade e acurácia da base de dados produzida e disponibilizada para acesso público. Além desses avanços, a nova versão contém análises sobre os níveis de confiança, sobre a variabilidade espacial e temporal do recurso solar, além de apresentar cenários de emprego de várias tecnologias solares.

Trata‐se de um exemplo de trabalho cooperativo entre o INPE e pesquisadores de várias instituições no Brasil: a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). O desenvolvimento do Atlas Brasileiro contou com a colaboração de vários pesquisadores do Brasil, dentre eles o Prof. Dr. Gerson M. Tiepolo do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica da UTFPR - Campus Curitiba.

Segundo o pesquisador Prof. Gerson Tiepolo:
"O Atlas Brasileiro de Energia Solar publicado pelo INPE, constitui o documento mais importante sobre o recurso solar no Brasil, reconhecido por instituições como a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e pelo ISES - International Solar Energy Society. Além do Atlas, são ainda disponibilizados também para a sociedade as bases de dados de irradiação Global Horizontal, Inclinado na Latitude, Direta Normal, Difusa e Fotossinteticamente Ativa, cujo principal objetivo é de fomentar ainda mais as pesquisas no Brasil desta fonte e áreas afins. As bases de dados, a exemplo da 1a edição de 2006, foram disponibilizadas numa resolução espacial de 10km x 10km."


Na foto: Rodrigo L. Sauaia (Presidente Executivo da ABSOLAR) com alguns dos autores do Atlas: Andre Rodrigues Gonçalves (a direita), e Enio Bueno Pereira (coordenador do projeto e coordenado do LABREN), Fernando Ramos Martins, Rodrigo Santos Costa e Gerson Máximo Tiepolo (a esquerda).

O Atlas Brasileiro de Energia Solar - 2a Edição pode ser acessado através do site do Laboratório de Energia Solar - LABENS da UTFPR - <http://labens.ct.utfpr.edu.br/>"

Ações do documento