Você está aqui: Página Inicial curitiba Estrutura do Câmpus Diretorias Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Mestrado e Doutorado CPGEI Edital de Defesas 2011 CPGEI (Doutorado): Fábio Luiz Bertotti

CPGEI (Doutorado): Fábio Luiz Bertotti

Defesa pública de Doutorado: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial - CPGEI.
Quando 09/12/2010
das 14h00 até 17h00
Onde Sala de Defesas C301
Nome do Contato
Participantes Orientador: Prof. Paulo José Abatti, Dr. - UTFPR
Banca Examinadora
Presidente: Prof. Paulo José Abatti, Dr. - UTFPR
Prof. Aparecido Augusto de Carvalho, Dr. - UNESP
Prof. Gerson Linck Bichinho, Dr. - PUC-PR
Prof. Joaquim Miguel Maia, Dr. - UTFPR
Prof. Sérgio Francisco Pichorim, D.Sc. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

Sistema de Biotelemetria Passiva e Técnica de medição para Aquisição da Impedância Elétrica de Tecido Animal Post Mortem

Resumo: O presente trabalho descreve o desenvolvimento de uma técnica para a medição da bioimpedância de tecido animal através do uso de sistema de biotelemetria passiva, possuindo duas unidades sensoras, compostas por apenas um indutor e eletrodos, e duas unidades de leitura constituídas de uma bobina de leitura em série com um capacitor e um resistor (circuito RLC série). Esta técnica permite obter a parte real e imaginária da bioimpedância por meio da medição do módulo e da fase da impedância de entrada do sistema de biotelemetria proposto. A fim de melhor caracterizar o objeto de medição, alguns experimentos foram realizados, usando amostras de tecido animal post mortem (carne bovina), e os respectivos resultados são apresentados e comentados. Com base nestes resultados, o sistema de biotelemetria foi especificado e implementado. Com o intuito de validar a técnica de medição e o sistema de biotelemetria, foram utilizados modelos elétricos para representar a bioimpedância, levando a erros de medição inferiores a ± 4% para a parte real da bioimpedância. Experimentos foram conduzidos com o uso do sistema de biotelemetria e amostras de carne, embaladas a vácuo e com
unidades sensoras inseridas. Como resultado, foi possível obter a razão entre duas partes reais da bioimpedância em duas freqüências distantes, denominada de parâmetro Py, e a taxa de anisotropia. O perfil da resposta de Py apresentou correlação com relação a resultados encontrados na literatura. Além disso, neste trabalho descreve-se também uma nova técnica de medição de fase entre dois sinais senoidais e um equipamento para a medição do módulo e da fase da impedância de entrada do sistema de biotelemetria.


Lista de publicações:
BERTOTTI, F. L. ; ABATTI, P. J. A Simple Method to Measure Phase Difference Between Sinusoidal Signal, Review of Scientific Instruments. v. 81, n. 11, nov. 2010.

BERTOTTI, F. L. ; ABATTI, P. J. Sistema de Biotelemetria para Aquisição da Bioimpedância. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2010, Tiradentes – Minas Gerais. IV Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2010.

BERTOTTI, F. L. ; ABATTI, Paulo José . Sistema de Biotelemetria para a Aquisição da Bioimpedância Localizada. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2008, Salvador - Bahia. IV Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2008.

BERTOTTI, F. L. ; ABATTI, Paulo José . Equipamento para medição de Bioimpedância Complexa com Alta Resolução de Fase. In: XI Congresso Brasileiro de Física Médica, 2006, Ribeirão Preto, 2006.

ABATTI, Paulo José ; BERTOTTI, F. L. . Desenvolvimento de um Equipamento para Medição de Fase Aplicado a um Sistema de Biotelemetria Passiva. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2006, São Pedro - SP. XX Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 2006. p. 1180-1183.

Ações do documento

registrado em: