Você está aqui: Página Inicial curitiba Estrutura do Câmpus Diretorias Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Mestrado e Doutorado CPGEI Edital de Defesas 2013 CPGEI (Doutorado) Rosangela Requi Jakubiak-30/01/13

CPGEI (Doutorado) Rosangela Requi Jakubiak-30/01/13

Defesa Pública de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial
Quando 30/01/2013
das 09h00 até 13h00
Onde Sala de Defesas C301
Nome do Contato Prof. Humberto R. Gamba
Participantes Prof. Humberto R. Gamba, Dr. Orientador - UTFPR
João Emílio Peixoto, Dr. Co-orientador - INCA
Banca Examinadora:
João Emílio Peixoto, Dr. Presidente - Instituto Nacional do Câncer
Linda Viola Ehlin Caldas, Instituto de Pesquisa em Energia Nuclear, IPEN
Vinicius Milani Budel, Dr, Secretaria Estadual de Saúde
Prof. Percy Nohama, Dr. UTFPR/CPGEI
Mauren Abreu de Souza, Dr. UTFPR/Pesquisadora
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

Qualidade da imagem, limiar de contraste e dose glandular média em mamografia digital.

Resumo: Em muitos países, os sistemas de radiologia computadorizada (CR) representam a maioria dos equipamentos usados em mamografia digital. Este estudo apresenta um método para a otimização da qualidade da qualidade da imagem e da dose em mamografia CR para pacientes com mamas de espessuras entre 45 e 75 mm. As espessuras das mamas foram simuladas com placas de polimetilmetacrilato (PMMA). Técnicas de exposição adequadas ótimas (tensão (kV), produto corrente tempo (mAs) e combinação alvo/filtro)) foram definidas como aquelas que fornecem uma razão contraste ruído (CNR) ideal, definida como CNR alvo, que permite atingir o limiar de contraste das imagens do simulador CDMAM (versão 3.4 Artinis Medical Systems, Netherlands) com um padrão de Dose Glandular Média (DGM) aceitável. Os resultados foram utilizados para os ajustes do Controle Automático de Exposição (CAE) pela equipe de manutenção. Os parâmetros de exposição dois grupos de pacientes (Grupo 1-antes do ajuste do CAE e Grupo 2- após o ajuste do CAE) foram reproduzidos nos simuladores para a determinação da CNR, da DGM e do limiar de contraste. As imagens clínicas destes pacientes foram analisadas por três radiologistas experientes em mamografia que responderam questões sobre as estruturas anatômicas, ruído e contraste em áreas de valores de pixels altos ou baixos, sobre nitidez e contraste da imagem. Os resultados mostram que o método proposto foi efetivo para todas as espessuras de mama avaliadas. O ajuste do CAE proporcionou uma maior concentração de valores do CNR no Grupo 2 mais próximas ao CNR alvo e que, mesmo como aumento do nível de ruído nas imagens clínicas, as análises do CDMAM mostraram que este nível de ruído não prejudicou a identificação do objeto de 0,10 mm de diâmetro. Finalmente, este estudo conclui que o uso dos CAE das unidades de raios X baseados em fornecer uma dose constante ao detector podem ocasionar algumas dificuldades para alguns sistemas CR operarem nas condições ótimas.

Palavras chave: Mamografia digital. Qualidade da imagem. Limiar de contraste.Dose glandular média.

Image Quality, threshold contrast and mean glandular dose in CR digital mammography

Abstract: In many countries, computed radiography (CR) systems represent the majority of equipments used in digital mammography. This study presents a method for optimizing image quality and dose in CR mammography of patients with breast thicknesses between 45 to 75mm. The breast thickness were simulated with polymethylmetacrylate (PMMA). Optimazed exposure parameters ((voltage (kV), mA and time product (mAs) and target/filter combination)) was defined as giving an ideal contrast to noise ratio (CNR), defined as target CNR, to reach the threshold contrast of CDMAM (version 3.4) phantom (Artinis Medical Systems, Netherlands) images for acceptable mean glandular dose (MGD). These results were used for adjustments in the automatic exposure control (AEC) by the maintenance team. The exposure parameters of two groups of patients (Group 1-before AEC adjustment and Group 2- after AEC adjustment) were reproduced in the simulators to determine of CNR, MGD and threshold contrast. The clinical images of these patients were analyzed by three experienced radiologists who answered questions about anatomical structures, noise and contrast in low and high pixel value areas and image sharpness and contrast. The results showed that the proposed method was effective for all breast thickness evaluated. The AEC adjustment showed a greater concentration of CNR in Group 2 nearer of target CNR, and that the increasing of noise in clinical images, the CDMAM analysis showed that this level of noise did not disturb the detail of 0,1 mm diameter. Finally, this study also concluded that the use AEC of x-rays unit based on constant dose to the detector may bring some difficulties to CR systems operate in optimal conditions.

Keywords: Digital mammography. Image quality. Threshold contrast. Mean glandular dose

Publicações:

R.R. Jakubiak, H.R.Gamba, E. B.Neves and J.E. Peixoto, Image quality, threshold contrast and mean glandular dose in CR mammography. Submetido.

Ações do documento

registrado em: