Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

Neste momento de transição, algumas atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Você está aqui: Página Inicial curitiba Estrutura do Câmpus Diretorias Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Mestrado e Doutorado PGP Cooperação e Intercâmbio

Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Governança Pública

 

Cooperação e Intercâmbio

 

Uma instituição de ensino comprometida com o desenvolvimento econômico, social e tecnológico de seu entorno deve estar capacitada a fazer, continuamente, uma leitura correta dos ambientes político, econômico e social para alimentar seus processos educacionais e produtivos de formaharmônica às demandas sociais pelos conhecimentos, bens e serviços passíveis de serem gerados em atendimento à missão institucional.

Nesta direção, consciente de sua missão e dos compromissos "assumidos" junto à sociedade, face seu caráter de instituição de ensino superior de excelência, a UTFPR vem realizando, há mais de vinte anos, acordos e cooperações com organizações públicas e privadas do mundo do trabalho.

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná entende, e por isso valoriza, a integração Empresa-Escola (Escola-mundo do trabalho) como um poderoso instrumento educacional e empresarial, visto que deve prover ambas as parceiras de novas informações e soluções para a continuidade de seus programas e metas, bem como à sociedade os resultados das cooperações entre ambas.

Ressalte-se que a cooperação e os intercâmbios representam o eixo estruturante para a sustentabilidade das sociedades contemporâneas. A cooperação se constitui, também, num dos componentes básicos da estratégia das organizações no seu processo de desenvolvimento institucional.

Não obstante a capacidade de cooperação e intercâmbios fazerem parte da vida institucional há mais de vinte anos, para ilustrar este projeto, além das diversas parcerias com organizações privadas, desatacam-se as seguintes parcerias públicas: IAP - Instituto ambiental do Paraná; PMC - Agência Curitiba de Desenvolvimento; CREA-PR - Conselho Regional de Arquitetura; SENGE-PR - Sindicato dos Engenheiros do estado do Paraná; SINTEC- PR - Sindicato dos Técnicos Industriais do Paraná; SINTEA-PR - Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Paraná; SINDARQ-PR - Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas do Estado do Paraná; TECPAR - Instituto de Tecnologia do Paraná; e IMAP - Instituto Municipal de Administração Pública.

Quantitativamente, nos últimos três anos, institucionalmente foram firmados 251 convênios de Projetos e Cooperações entre a UTFPR e organizações parceiras (públicas e privadas), envolvendo aproximadamente 600 servidores docentes e técnico-administrativos.

Com relação às atividades de intercâmbios internacionais científicos e tecnológicos, a UTFPR possui acordo de cooperação com mais de trinta e cinco países em diversas áreas, incluindo estudos voltados para planejamento público e desenvolvimento.

 

 

TERMOS DE COOPERAÇÃO

 

 

Termo de Parceria Técnica para Desenvolvimento de Projeto de Pesquisa que entre si celebram a RB Assessoria Sindical S/C; IBDUS - instituto Brasileiro de Desenvolvimento Urbano e Social e UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

[...] Parceria técnica para apoiar e auxiliar no desenvolvimento do projeto de pesquisa sobre os impactos da política pública de modernização portuária realizada no Brasil com a implantação da lei 8.630/93. O interesse se dá tendo em vista que a referida lei completa 20 anos e, esta oportunidade abre para avaliar o impacto da referida lei nas relações de trabalho e na produtividade dos portos de Santos/SP, o maior porto de contêineres do Brasil e Paranaguá/PR, como contra ponto comparativo. Outro ponto de interesse de pesquisa trará oportunidade para coletar informações sobre as mudanças estabelecidas, as dificuldades e os benefícios criados pela inovação institucional implantado em 1993 e conduzir a uma reflexão sobre a existência de novas necessidades e oportunidades de se estabelecer novos marcos regulatórios. [...]