Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Mestrado - Lia Doubrawa
conteúdo

Mestrado - Lia Doubrawa

por dirppg-ct publicado 31/05/2019 15h07, última modificação 31/05/2019 15h07
Simulações de sloshing do aglomerado de galáxias Abell 1644
Quando
01/07/2019
de 09h00 até 12h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala B-205
Pessoa de contato
Prof. Rubens Eduardo Garcia Machado
Participantes
Prof. Rubens Eduardo Garcia Machado, Dr. Orientador - UTFPR
Banca Examinadora:
Prof. Rubens Eduardo Garcia Machado, Dr. Presidente - UTFPR
Profa. Tatiana Ferraz Laganá, Dra.- Unicsul
Prof. Marlos de Oliveira Ribas, Dr - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Colisões recentes entre aglomerados de galáxias exibem morfologias peculiares no meio intra-aglomerado. Esse parece ser o caso de Abell 1644, um aglomerado próximo (z = 0.047) composto por três principais estruturas: o aglomerado ao sul que apresenta uma morfologia espiral, A1644S; o aglomerado ao norte, presente em observações de raios-X, A1644N1; e a subestrutura recém descoberta pela análise de lentes gravitacionais fracas, A1644N2. Por meio de simulações hidrodinâmicas de N-corpos, propõe-se uma possível reconstrução da história dinâmica do sistema. Tais simulações resultaram em dois cenários específicos: (i) A colisão entre A1644S e A1644N2, com inclinação em relação ao plano do céu de 20º. O modelo final apresentado alcança a melhor morfologia 2 Gyr após a passagem pericêntrica, e demonstra boa concordância quantitativa e qualitativa com os dados observacionais. (ii) A colisão entre A1644S e A1644N1. Esse cenário foi avaliado em dois instantes de tempo: na primeira passagem após a passagem pericêntrica; e após o apoapsis, quando o aglomerado retorna ao atingir o máximo afastamento; Tal abordagem de colisão entre A1644S/N1 não demonstrou resultados tão satisfatórios quanto o cenário de A1644S/N2, devido a grandes perturbações na densidade e discordâncias entre os mapas de temperatura. Um estudo complementar é realizado através de simulações de três corpos, utilizando como base o melhor modelo de colisão entre A1644S/N2. Tentou-se reproduzir o estado atual de A1644 com suas três principais estruturas, resultando em um cenário de bom acordo com a morfologia global das observações. Assim, acredita-se que é mais provável uma colisão entre A1644S e A1644N2, onde A1644N1 pode estar presente desde que não interfira na formação da estrutura espiral.
Palavras-chave: Galáxias: Aglomerados: individual: A1644. Galáxias: Aglomerados: meio intra-aglomerado. Métodos: numérico.

Sloshing simulations of the galaxy cluster Abell 1644
Abstract: Recent collision events between galaxy clusters exhibit peculiar morphologies in the intracluster medium. That seems to be the case of Abell 1644, a nearby galaxy cluster (z = 0.047), composed by three main structures: the southern cluster that shows a spiral-like morphology A1644S, the northern cluster seen in X-ray observations A1644N1, and the recently discovered substructure A1644N2. By means of N-body hydrodynamical simulations, we attempt to reconstruct the dynamical history of the system. These simulations resulted in two specific scenarios: (i) The collision between A1644S and A1644N2, with an inclination in relation to the plane of the sky of 20∘. Our best model reaches the best morphology 2 Gyr after the pericentric passage, and shows a good agreement with observations; (ii) The collision between A1644S and A1644N1. This scenario was evaluated in two instants of time: in the first passage after the pericentric passage; and after apoapsis, when the cluster returns when reaching the maximum separation. This approach of collision between A1644S/N1 did not give rise to results as satisfactory as the scenario A1644S/N2, due to great disturbances in density and mismatching temperature maps. As a complementary study, we perform a three-cluster simulation using as base the best-fitting model A1644S/N2. We tried to reproduce the current state of A1644 with the three main structures, resulting in a good agreement to the global morphology of the observations. Thus, we find that the more likely scenario is a collision between A1644S and A1644N2, where A1644N1 may be present as long as it does not greatly interfere in the formation of the spiral feature.
Keywords: Galaxies: clusters: individual: A1644. Galaxies: clusters: intracluster medium. Methods: numerical.


Lista de publicações:
1. Artigo publicado
RUGGIERO, R.; MACHADO, R.E.G.; ROMAN-OLIVEIRA, F.V.; CHIES-SANTOS, A.L.; LIMA NETO, G.B.; DOUBRAWA, L.; RODRÍGUEZ DEL PINO, B. Galaxy cluster mergers as triggers for the formation of jellyfish galaxies: case study of the A901/2 system. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 484, p. 906-914, 2019

2. Artigos submetidos
DOUBRAWA, L., R. E. G. MACHADO, T. F. LAGANÁ, G. B. LIMA NETO ,R. MONTEIRO-OLIVEIRA, and E. S. CYPRIANO, Simulations of gas sloshing induced by a newly discovered gas poor substructure in galaxy cluster Abell 1644. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 2019 submitted

R. MONTEIRO-OLIVEIRA, L. DOUBRAWA, R. E. G. MACHADO, G. B. LIMA NETO, M. CASTEJON and E. S. CYPRIANO, Reviewing the merger scenario of the galaxy cluster Abell 1644: a new gas poor structure discovered by weak gravitational lensing. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 2019 submitted

3. Proceeding de conferência
DOUBRAWA, L.; MACHADO, R. E. G. . Simulating temperature maps of gas sloshing in the galaxy cluster Abell 1644. In: XLII Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira, 2019. Boletim da Sociedade Astronômica Brasileira. v. 31. p. 146-147