Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Mestrado - Nathalia de Campos Prediger
conteúdo

Mestrado - Nathalia de Campos Prediger

por dirppg-ct publicado 17/07/2020 09h30, última modificação 17/07/2020 09h30
Análise do Efeito de Nanopartículas de Ouro Funcionalizadas com Citrato sobre a Sensibilidade de Redes de Bragg
Quando
20/08/2020
de 14h00 até 17h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Via videoconferência
Pessoa de contato
Prof. Ricardo Canute Kamikawachi, Dr.
Participantes
Orientador(a): Prof. Ricardo Canute Kamikawachi, Dr. - UTFPR
Coorientador(a): Prof. Arandi Ginane Bezerra Junior, Dr. - UTFPR
Banca examinadora:
Presidente: Prof. Ricardo Canute Kamikawachi, Dr. - UTFPR
Prof. José Pedro Mansueto Serbena, Dr. - UFPR
Profa. Keli Fabiana Seidel, Dra. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Nesse trabalho é analisado o efeito da deposição nanopartículas de ouro funcionalizadas com citrato sobre a sensibilidade ao índice de refração externo de redes de Bragg corroídas. As nanopartículas de ouro foram sintetizadas pelo método de Turkevich. A morfologia das nanopartículas foi analisada por microscopia eletrônica de transmissão, a distribuição de tamanhos foi avaliada através do espalhamento dinâmico de luz e a banda plasmônica foi caracterizada pela espectroscopia UV-Vis. As nanopartículas foram depositadas sobre a superfície da fibra pela técnica conhecida como drop-cast que permitiu a fixação das nanopartículas com uma boa aderência mesmo com a fibra imersa em solução aquosa. O processo de deposição das nanopartículas também foi caracterizado, possibilitando utilizar a diminuição da intensidade do espectro como parâmetro para finalizar a deposição. A presença das nanopartículas na superfície da fibra aumentou a sensibilidade das redes de Bragg em pelo menos 30%. A hipótese para este aumento na sensibilidade é o aumento do campo evanescente devido ao aumento do índice de refração efetivo do modo de núcleo. Os resultados apresentados nessa dissertação demonstram as vantagens do uso de nanopartículas de ouro funcionalizadas com citrato para o desenvolvimento de imunossensores.
Palavras-chave: Redes de Bragg. Sensores. Fibras óticas. Nanaopartículas de ouro.

Analysis of the effect of gold nanoparticles functionalized with citrate on the fiber Bragg gratings sensitivity
Abstract: In this work, the effect of deposition of gold nanoparticles functionalized with citrate on the sensitivity to the external refractive index of etched fiber Braggs is analyzed. The gold nanoparticles were synthesized by the Turkevich method. The morphology of the nanoparticles was analyzed by transmission electron microscopy, the size distribution was evaluated through dynamic light scattering and the plasmonic band was characterized by UV-Vis spectroscopy. The optical fiber surface was coated by gold nanoparticles through technique known as drop-cast, which allowed the fixation of the nanoparticles with good adhesion even with the fiber immersed in aqueous solution. The deposition process of the nanoparticles was also characterized, making it possible to use the observed decrease in the the spectrum intensity as a parameter to finish the deposition. The presence of nanoparticles on the fiber surface increased the sensitivity of fiber Bragg gratings by at least 30%. The hypothesis for this increase in sensitivity is the increase in the evanescent field due to the increase in the effective refractive index of the core mode. The results presented in this work demonstrate the advantages of using gold nanoparticles functionalized with citrate for the development of immunosensors.
Keywords: Fiber Bragg gratings. Sensors. Optical fibers. Gold nanoparticles.

Lista de publicações:
Prediger, N. C.; OLIVEIRA, T. R.; Rocha, A. M, Faria, R. C.; Barreto, R. C.; Kamikawachi, R. C.; Analysis of the effect of gold nanoparticles functionalized with citrate on the fiber Bragg gratings sensitivity. (a ser submetido)

Obs: Esta defesa será realizada exclusivamente através de videoconferência, caso tenha interesse em acompanhar, entre em contato com o orientador com pelo menos 24 horas de antecedência da data de realização.