Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Doutorado - Márcio Eduardo Zuba
conteúdo

Doutorado - Márcio Eduardo Zuba

por dirppg-ct publicado 17/04/2020 08h49, última modificação 17/04/2020 08h49
A teoria da performatividade no contexto dos estudos de ciência, tecnologia e sociedade: um resgate do caso do veículo elétrico na França dos anos de 1970
Quando
30/04/2020
de 08h30 até 12h30
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Defesa online por conta da pandemia de Covid19. Link para a defesa <https://meet.jit.si/WorriedLionsKissFlatly>
Pessoa de contato
Prof. Décio Estevão do Nascimento, Dr.
Participantes
Orientador(a): Prof. Décio Estevão do Nascimento, Dr. – UTFPR
Banca examinadora:
Presidente: Prof. Décio Estevão do Nascimento, Dr. – UTFPR
Prof. Alexandro Dantas Trindade, Dr. – UFPR
Prof. Eladio Constantino Pablo Craia, Dr. – PUC/PR
Profa. Faimara do Rocio Strauhs, Dra. – UTFPR
Profa. Veronica Ferreira Bahr Calazans, Dra. – UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Este estudo tem como objetivo geral demonstrar quais seriam as razões do dissenso entre os subcampos da sociologia nos estudos de ciência, tecnologia e sociedade. Para isso, serão examinados os fundamentos históricos desses subcampos, bem como os fundamentos e o desenvolvimento da teoria da performatividade, sob a ótica da qual será analisado, à guisa de exemplo prático, o caso da tentativa de adoção de veículos elétricos na França na década de 1970. Quanto ao método científico utilizado, é o hermenêutico, no que respeita à abordagem, e histórico, observacional e monográfico, em relação ao procedimento. Trata-se, ainda, de pesquisa básica (quanto à natureza), exploratória e descritiva (quanto aos objetivos), bibliográfica (quanto ao procedimento técnico) e qualitativa (quanto à abordagem do problema). No campo teórico, conclui-se que a linguagem, base de qualquer processo comunicacional, parece ser a raiz fundamental do dissenso, principalmente porque ela implica uma subjetividade peculiar nas ciências sociais, grandemente aumentada pela dupla hermenêutica, e como resultado da constatação reflexiva dessa mesma subjetividade há um anseio sociológico pela adoção dos métodos das ciências naturais, os quais são vistos, devido à própria subjetividade de quem vê, de modo ideologizado e utópico quanto à sua objetividade e imutabilidade. Conclui-se, ainda no campo teórico, que a compreensão dos fundamentos da teoria da performatividade (a qual pode ser inserida na sociologia), ao atingir a “raiz do dissenso”, pode permitir um discernimento crítico sobre a ciência, a tecnologia e a sociedade enquanto objetos de estudo da sociologia e evidenciar a desnecessidade, e mesmo impropriedade, da imitação, por essa disciplina, em relação a esses métodos das ciências naturais, os quais se acredita erroneamente serem absolutamente objetivos e imutáveis. Quanto ao exemplo prático, conclui-se que a eventual não adoção de veículos elétricos na França na década de 1970 foi fortemente influenciada por enunciados performativos de diferentes atores, e não meramente um caso de limitação ditada pelo estado da arte da tecnologia então disponível.
Palavras-chave: Teoria da performatividade. Subcampos da sociologia. Fraqueza das ciências sociais. Dupla hermenêutica. Veículo elétrico.

The performativity thesis in the context of science, technology and society studies: A review of the case of the electric vehicle in 1970s France
Abstract: The general objective of this study is to demonstrate the reasons for the dissension that exists between the subfields of sociology regarding the studies of science, technology and society. In order to do so, the specific objectives are the examination of the historical foundations of these subfields, as well as of the foundations and the development of the performativity thesis, and the analysis, from the perspective of this latter and as a practical example, of the case regarding the attempt of adoption of electric vehicles in France in the 1970s. As for the scientific method, this work employs the hermeneutic one, as regards the approach, and historical, observational and monographic ones, in relation to the procedure. It is also a basic (in terms of nature), exploratory and descriptive (in terms of objectives), bibliographic (in terms of technical procedure) and qualitative (in terms of approach to the problem) research. In the theoretical field, it is concluded that language, the basis of any communication process, seems to be the fundamental root of the dissension, mainly because it implies a peculiar subjectivity in the social sciences, greatly increased by the double hermeneutics, and as a result of the reflexive observation of this subjectivity there is a sociological yearning for the adoption of the methods of the natural sciences, which are seen, due to the very subjectivity of the beholder, in an ideologized and utopian manner as to their objectivity and immutability. It is concluded, still in the theoretical field, that the unerstanding of the fundamentals of the performativity thesis (conceivably inserted into sociology), upon reaching the “root of the dissension”, can allow a critical insight into science, technology and society as objects of study of sociology and is able to highlight the needlessness, and even the impropriety, of imitation by this discipline in relation to these methods of the natural sciences, which are erroneously believed to be absolutely objective and unchanging. As for the practical example, it is concluded that the eventual non-adoption of electric vehicles in France in the 1970s was strongly influenced by the performative statements of different actors, and not merely a case of limitation dictated by the state of the art of the then available technology.
Keywords: Performativity thesis. Sociological subfields. Weakness of the social sciences. Double hermeneutics. Electric vehicle.


Lista de publicações: ZUBA, M. E.; NASCIMENTO, D. E. Considerações sobre uma possível mudança paradigmática no sistema de transporte público da cidade de Curitiba. In: Urban Knowledge Net 2017, v. 1, 2017, Curitiba. Anais […]. Curitiba: PUC, 2017. p. 454-484.

SILVA, Marcus Vinicius Gonçalves da; PERON, Amanda Cristina Pasqualini; ZUBA, Márcio Eduardo; MEZA, Maria Lúcia Figueiredo Gomes de; NASCIMENTO, Décio Estevão do; SOUZA, Marília de. A administração pública societal: um instrumento de controle e participação social. Revista de Políticas Públicas da UFMA, São Luís (MA), v. 22, n. 1, p. 371-394, 2018.