Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Mestrado - Luciana Szenczuk
conteúdo

Mestrado - Luciana Szenczuk

por dirppg-ct publicado 08/03/2019 14h50, última modificação 08/03/2019 14h50
A articulação entre trabalho, educação e tecnologia: pressupostos de Makarenko acerca da emancipação humana
Quando
28/03/2019
de 14h00 até 17h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala B-205
Participantes
Prof. Domingos Leite Lima Filho, Dr. Orientador - UTFPR
Banca examinadora:
Prof. Domingos Leite Lima Filho, Dr. Presidente - UTFPR
Profª Andrea Maila Voz Kominek, Dra - UTFPR
Prof. Gracialino da Silva Dias, Dr. - UFFS
Prof. Marival Coan, Dr. - IFSC
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Esta dissertação tem por objetivo analisar a articulação entre trabalho, educação e tecnologia sob as premissas de Makarenko, em relação a promover a emancipação humana. Optou-se pelo referencial do materialismo histórico dialético, pois esta concepção se insere no posicionamento social do indivíduo frente ao mundo, a ser apreendido e vivenciado pelo mesmo enquanto sujeito emancipado. Sendo assim, através da relação do sujeito com o meio social é que este se reconhece como ser social emancipado; no entanto, reitera-se que são as circunstâncias e os tipos de relação que este mantém com o meio social que possibilitam a sua emancipação (ou não). A análise proposta opera com os pressupostos de Anton Semiónovitch Makarenko (1888-1939), educador russo que desde jovem assumiu uma postura pela luta da classe trabalhadora. A proposta metodológica desta pesquisa parte-se da análise conceitual a respeito do tema proposto, baseada na revisão bibliográfica da temática. A construção desta dissertação foi pensada em dois capítulos, a saber; no primeiro, conceituam-se as categorias trabalho, educação e tecnologia apoiados no materialismo histórico dialético e analisa-se a articulação entre estas com base nas principais obras de Marx, Lukács e Makarenko. No segundo, inicia-se o aprofundamento do estudo das obras de Makarenko, a partir do panorama de acontecimentos que determinaram a prática educativa do referido autor. Analisa-se algumas das concepções e dificuldades quanto à implementação de uma pedagogia socialista, sobretudo as que dizem respeito a experiência de vida e de trabalho deste autor, bem como a relação das categorias disciplina e coletividade. Por fim, analisa-se a articulação dos conceitos disciplina, coletividade, trabalho e tecnologia na pedagogia de Makarenko, tendo como base a educação politécnica voltada para a emancipação humana. Considera-se que o problema da violência e delinquência enfrentada por Makarenko, sem deixar de reconhecer e/ou transpor as peculiaridades do contexto de sua época vivida, tem na atualidade o mesmo grau de importância para a nossa sociedade. As dificuldades estruturais (ausência de perspectiva de trabalho digno, abandono pelo Estado dos serviços básicos para as populações carentes), materiais (pauperização da população) e afetivas (desestrutura familiar) em que nossas crianças e adolescentes vivem atualmente, compelem a maioria dos jovens para a violência e delinquência. Contudo, as perspectivas de respostas do Estado para a solução de tais problemas são ínfimas. Neste contexto, resgatar os pressupostos da pedagogia socialista de Makarenko, apoiado na articulação entre trabalho, educação e tecnologia faz sentido, e pode contribuir para pensar as questões socio-pedagógicas da realidade atual e da possibilidade da emancipação humana.

Palavras-chave: Trabalho, Educação, Tecnologia; Emancipação humana; Politecnia

 

The articulation work, education and technology: an analysis from the assumptions of Makarenko.

Abstract: This dissertation aims to analyze the articulation between work, education and technology under the premises of Makarenko, in relation to promoting human emancipation. The dialectical historical materialism was chosen because it resembles a social model of an individual in relation the world that will be learned and lived by the same emancipated. Thus, through the relation of the subject to the social environment, it is recognized as an emancipated social being; however, it is reiterated that it is the circumstances and types of relationship that the subject maintains with the social environment that enable its emancipation (or not). The proposed analysis operates with the assumptions of Anton Semichovich Makarenko (1888-1939), a Russian educator who, since childhood, has taken a stand for the struggle of the working class. The methodological proposal of this research is based on the conceptual analysis on the proposed theme, based on the bibliographic review of the theme. The construction of this dissertation is done in two chapters, namely; in the first, the categories of work, education and technology based on dialectical historical materialism are conceptualized and the articulation between them based on the main works of Marx, Lukács and Makarenko is analyzed. In the second, the study of the works of Makarenko begins to deepen, starting from the panorama of events that determined the educational practice of the author. Some of the conceptions and difficulties regarding the implementation of a socialist pedagogy are analyzed, especially those related to the life and work experience of this author, as well as the relation of the discipline and collective categories. Finally, the articulation of the concepts of discipline, collectiveness, work and technology in Makarenko's pedagogy is analyzed, based on polytechnic education focused on human emancipation. It is considered that the problem of violence and delinquency faced by Makarenko, while recognizing and / or transposing the peculiarities of the context of his lived time, has today the same degree of importance for our society. Structural difficulties (lack of a decent work perspective, abandonment of the basic services for the poor), material (pauperization of the population) and affective (family disruption) in which our children and adolescents live today compel most youngsters to violence and delinquency. However, the prospects of the State's response to a solution of such questions are few. In such context, rescuing the assumptions of Makarenko’s socialist pedagogy, supported in articulation between work, education and technology, makes sense, and should help us think about the socio-pedagogical issues of reality and the chance of human emancipation.

Keywords: Work. Education. Technology. Human Emancipation. Politecnia

 

Lista de publicações:

SZENCZUK, Luciana; LIMA FILHO, Domingos L. Interações sociais entre trabalho, educação e tecnologia e suas relações com a emancipação humana: aproximações à pedagogia de Makarenko. In: ENCONTRO INTERNACIONAL TRABALHO E PERSPECTIVAS DE FORMAÇÃO DE TRABALHADORES, 2017. Anais... Fortaleza: UFC, 2017.