Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Doutorado): Dayani Cris de Aquino
conteúdo

PPGTE (Doutorado): Dayani Cris de Aquino

por vaniagalliciano publicado 06/09/2018 12h08, última modificação 06/09/2018 12h08
A influência da divisão do trabalho e da troca mercantil sobre o modo de conhecer do ser social
Quando
24/08/2015
de 00h00 até 00h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala B-205
Pessoa de contato
Participantes
Prof. Domingos Leite Lima Filho, Dr. - Orientador UTFPR
Banca examinadora:
Prof. Domingos Leite Lima Filho, Dr. - Presidente UTFPR
Prof. Nilson Marcos Dias Garcia, Dr. - UTFPR
Prof. Claus Magno Germer, Dr. - UFPR
Prof. Francisco Paulo Cipolla, Dr. - UFPR
Profª. Maria de Fátima Rodrigues Pereira, Dra. - UTP
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: O objetivo deste trabalho é analisar os elementos que influenciaram a transformação do modo de conhecer do ser social ao longo da história. Partimos da famosa indicação de Marx e Engels, acerca da relação entre a consciência e o mundo material, em que afirmam que é o ser social que determina a consciência. Sendo o ser social determinado pelas atividades práticas que realiza, e sendo a práxis produtiva a atividade fundamental de produção e reprodução da vida material, delimitamos nosso objeto a dois elementos: a divisão do trabalho e a troca mercantil. Nossa hipótese se expressa por meio de uma metáfora: antes o conhecimento era um espelho inteiro, porém embaçado. Depois, ele se torna um espelho quebrado, porém com cada pedaço mais nítido. Argumentaremos que a divisão do trabalho “quebra o espelho” transformando o conhecimento de totalidade (espelho inteiro) em unilateralidade (espelho quebrado em vários pedaços). E a troca mercantil “limpa o espelho” transformando o conhecimento que antes era superficial (embaçado) em um conhecimento mais profundo (límpido), por meio da relação entre abstração real e abstração do pensamento. Concluímos que a divisão do trabalho e a troca mercantil transformaram o modo de conhecer de algo mais empírico para algo mais abstrato.
Palavras-chave: Conhecimento; divisão do trabalho; troca mercantil

The influence of division of labor and commodity exchange in the mode of knowing of the social being

Abstract: The objective of this study is to analyze the factors that influenced the transformation of the social being mode of knowing throughout history. We start from the famous statement of Marx and Engels on the relationship between consciousness and the material world, affirming that it is the social being that determines consciousness. If the social being is determined by the practical activities, and if the productive practice is the fundamental activity of production and reproduction of material life, we delimit our object to two elements: the division of labor and commodity exchange. Our hypothesis is expressed through a metaphor: before the knowledge was a full mirror, but blurry. Then it becomes a broken mirror, but with each piece clearer. We will argue that the division of labor "break the mirror" transforming the totality of knowledge (full mirror) in one-sidedness (mirror broken into several pieces). And the commodity exchange "clean the mirror" transforming knowledge that was superficial (blurry) on a deeper knowledge (clear), through the relationship between real abstraction and abstraction of thought. We conclude that the division of labor and commodity exchange turned the mode of knowing something more empirical to something more abstract.
Keywords: knowledge, division of labor, exchange

Lista de publicações:

AQUINO, D. C. ; LIMA FILHO, D. L. . On the origin of science: a dialogue between Lukács and Sohn-Rethel. In: ICHSTM 2013 - 24th International Congress of the History of Science, Technology and Medicine., 2013, Manchester. ICHSTM 2013 - 24th International Congress of the History of Science, Technology and Medicine.. Manchester: BSHS - British Society for the History of Science, 2013. p. 327-327. 

LIMA FILHO, D. L. ; AQUINO, D. C. . A produção da ciência como conhecimento abstrato derivado da unidade do pensar e do agir: reflexões a partir de Marx, Lukács e Sohn-Rethel. In: 14o. Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia, 2014, Belo Horizonte. 14o. Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. Belo Horizonte: UFMG, 2014. v. 1. p. 1-2.