Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Doutorado): Rosangela Gonçalves de Oliveira
conteúdo

PPGTE (Doutorado): Rosangela Gonçalves de Oliveira

por vaniagalliciano publicado 12/09/2018 10h16, última modificação 12/09/2018 10h16
Pescadoras tradicionais, técnicas em pesca, “entendem-se incluídas” pela política pública do ProEJA?
Quando
23/06/2016
de 14h00 até 16h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala C-301
Pessoa de contato
Participantes
Prof. Domingos Leite Lima Filho , Dr. - Orientador - UTFPR
Banca examinadora:
Prof. Domingos Leite Lima Filho , Dr. Presidente - UTFPR
Profa. Sandra Terezinha Urbanetz , Dra. - IFPR
Prof. Roberto Antônio Deitos, Dr. - UNIOESTE
Prof. Wagner Roberto do Amaral, Dr. - UEL
Prof. Mário Lopes Amorim , Dr. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Esta pesquisa se propôs estudar a Política Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos, que se autodenomina inclusiva, sob a perspectiva das alunas egressas em 2013 do Curso Técnico em Pesca ProEJA a Distância. Este foi um dos programas dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva (2003 – 2010) e Dilma Rousseff (2010 – 2014). Estabelecemos como parâmetro as perspectivas percebidas por elas tanto em suas vidas pessoais, como nas comunidades em que vivem após a conclusão do curso. A análise pondera os conceitos de inclusão a partir da percepção dos sujeitos em diálogo com a proposta da própria política e com a teoria. O problema de pesquisa encontra-se dentro da complexidade do real com as possíveis contradições, a partir da oferta de formação com perspectiva de inclusão para a demanda de sujeitos adultos e trabalhadores tradicionais e artesanais. Temos como hipótese que mesmo com a questão específica da crise estrutural do trabalho é possível perceber que estamos diante de uma situação histórica e que as políticas afirmativas de inclusão, podem possibilitar, na percepção das egressas, mecanismos de empoderamento social, mesmo nas formas precárias de trabalho alavancado suas participações políticas na e para a sua comunidade. A pesquisa é desenvolvida na perspectiva do materialismo histórico e usa como metodologia o paradigma interpretativo com o olhar na contradição. Produziu-se como material empírico: entrevistas com egressas das cinco regiões do país; registros fotográficos das comunidades; levantamento e análise de documentos referentes ao curso. Os principais teóricos que acompanham nossa pesquisa são MARX, ENGELS, CHEPTULIN, GRAMSCI e FREIRE. A tese está estruturada em quatro seções. O Capítulo 1, “Carta de navegação: nossos métodos” traz a forma pela qual se desenvolveu a pesquisa, apresenta os sujeitos pesquisados, bem como uma perspectiva estrutural de suas comunidades e regiões, dialogando com as falas das entrevistas, e/ou com os registros imagéticos feitos pela pesquisadora. No Capítulo 2, “Embarcações: o curso” apresenta-se o curso Técnico em Pesca: sua estrutura, dimensão e proposta curricular, associada também a uma análise crítica. No terceiro capítulo, “Coordenadas: caminhos traçados” apresentam-se o escopo teórico de categorias importantes, que perpassam esta tese, sendo elas: o entendimento de Sujeito, Trabalho, Cultura e Ciência/Tecnologia. No quarto Capítulo dialogamos com alguns autores que versam sobre o conceito de inclusão e educação no recorte do ProEJA, em diálogo com as entrevistas e os documentos analisados. No último capítulo apresentamos nossas perspectivas e a tese que defendemos a guisa de conclusão. Nossa hipótese se confirma parcialmente, uma vez que as entrevistadas se entendem incluídas com base nos parâmetros da categoria inclusão prescrita no Documento Base. Porém, apresentamos o contraditório, pois o mesmo documento e os demais analisados tem como meta a formação humana integral e nessa dimensão a “inclusão” é parcial.
Palavras-chave: Inclusão. Pescadoras Artesanais. ProEJA. Educação de Jovens e Adultos. Formação Técnica

Fishermen traditional, techniques in fishing, "understand is included" for public policy ProEJA?

Abstract: Thisresearch is a study of National Integration of Professional Education Policy with the Basic Education in the young and adults learners field, which calls itself an inclusive group of female students who studied in 2013 the blended learning Fishing Technician Course of ProEJAHighschool. This program was one of Luis Inácio Lula da Silva (2003 – 2010) and DilmaRousseff’s (2010 – 2014) government programs. It was established a parameter within their own lives perceptions as well as their communities after they have finished their course. The analyses ponder the concepts of inclusiveness from the subject perceptions discussing with the policy proposal and its theory. The research’s problem is inside of the real complexity with the possible contradictions, whichoccurs along with the course with the perspective of inclusiveness for traditional, crafter and worker adults.The hypotheses is that besidesof the work structural crises, it is possible to notice that there is an affirmative inclusiveness policy in a historic situation. According to the female students’ perceptions there are social power mechanisms, such as, their participation policy in their community.The research is developed in a real historiccontext and it uses the interpretation paradigm as its methodology with an eye in the contradiction. The research contains: interviews with fisherwomen from the five regions of the country; the community photographs; data and analyses of theFishing Technician Coursedocuments. Thefollowing authorsarecited: MARX, ENGELS, CHEPTULIN, GRAMSCI and FREIRE.The theses is structured in four sections. Chapter 1, “Navegational Chart: Our Methods” it is about the way which the research was developed, showing who were interviewed, as well as a structure perspective of their communities and regions, discussing with their talks in their interviews, and/or with the photographs taken by the researcher. Chapter 2, “Embarcation: The Course” it is about the Fishing Technician Course: its structure, dimension and curricular proposal, which includes a critical analysis. Chapter 3, “Coordinates: Paths Taken” it is about the theory which describes this thesis which are: the Subject, Work, Culture and Science/Technology’s understanding. Chapter 4, it is about a discussion of some authors who say about the concept of inclusiveness and education in the ProEJAprogram among the interviews taken and the analyzed documents. The last chapter is about the perspectives and the thesis itself, which is showed in the conclusion. To sum up, the hypothesis is partial confirmed because of the fisherwomen’s understanding of the inclusiveness concept by their conclusion of theirFishing Technician Course according to the Documento Base. Therefore, it is showed the opposite, because the same Documento Base and the other documents analyzed have as a goal the integral human formation and according to fisherwomen’s “inclusiveness” conception it is partial.
Keywords: Inclusiveness.Crafter Fisherwomen. ProEJA. EducationYoung and Adults. Fishing Technician Course

Lista de Publicações:

OLIVEIRA, ROSANGELA G. LA ENSEÑANZA DE LAS ARTES EN LOS CURSOS TÉCNICOS DE PESCA Y ACUICULTURA EN LA EDUCACIÓN A DISTANCIA: UNA PROPUESTA METODOLÓGICA PARA JÓVENES Y ADULTOS. IN: SEMINARIO CIENTÍFICO, 1. ENSINO DA EDUCAÇÃO ARTÍSTICA NO SÉCULO XXI, HUMANÍSTICAS 2013. MATANZAS, CUBA, 2013.
 

OLIVEIRA, Rosangela Gonçalves; LIMA FILHO, Domingos Leite. TONO, Cineiva Paulino. Tecnologia, trabalho docente e educação. Curitiba: Instituto Federal do Paraná IFPR-EAD, 2014. (Coleção formação pedagógica: v. 11).
 

OLIVEIRA, Rosangela Gonçalves de.; LIMA FILHO, Domingos. Resistências identitárias das comunidades de pescadores artesanais frente às políticas de inclusão e a modernização de práticas de trabalho tradicional. In: SEMINÁRIO DO TRABALHO: TRABALHO, EDUCAÇÃO E NEODESENVOLVIMENTISMO, 9, 2014, Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP, Marília.