Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Mestrado): Ana Paula Medeiros Teixeira dos Santos
conteúdo

PPGTE (Mestrado): Ana Paula Medeiros Teixeira dos Santos

por vaniagalliciano publicado 14/09/2018 10h49, última modificação 14/09/2018 10h49
Tranças, turbantes e empoderamento de mulheres negras: artefatos de moda como tecnologias de gênero e raça no evento Afro Chic (Curitiba-Pr)
Quando
31/03/2017
de 14h00 até 17h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala B-205
Pessoa de contato
Participantes
Profa. Marinês Ribeiro dos Santos, Dra. Orientadora - UTFPR
Banca examinadora:
Profa. Marinês Ribeiro dos Santos, Dra. Presidente - UTFPR
Profa. Carolina dos Anjos de Borba, Dra. - UFPR
Profa. Ivanilde Guedes de Mattos, Dra. - UEFS
Prof. Gilson Leandro Queluz, Dr. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Esta dissertação discute as articulações entre gênero, raça e cultura material na construção dos corpos de mulheres negras que passam pelo processo de transição capilar. A pesquisa está centrada no evento Afro Chic, que acontece em Curitiba e promove ações afirmativas relacionadas ao cabelo crespo e valorização das mulheres negras. Percebo esse evento como uma das estratégias da Geração Tombamento, movimento cultural que utiliza a moda e a estética como ferramentas políticas para desconstrução de estereótipos de raça e gênero. A partir de uma análise dos processos históricos ligados à ideologia de branqueamento no Brasil, busco compreender as rejeições e resistências a estética negra no país. Neste evento, me interessam principalmente as oficinas de tranças e turbantes, que ensinam essas técnicas e articulam seu uso à ligação com a cultura afro-brasileira, incentivando um olhar para a diversidade e para o corpo como um todo que é construído por diversos elementos, incluindo a cultura material. A pesquisa é de caráter qualitativo, tendo sido realizadas observação participativa na segunda edição do evento, com registro em diário de campo, e entrevistas com as facilitadoras das oficinas, com base no método de história oral e história de vida. A partir da teoria de cultura material e dos estudos de interseccionalidade, entendo tranças e turbantes como artefatos de moda e busco compreender como participam do processo de empoderamento de mulheres negras que passam pela transição capilar. Este artefatos também constroem e desconstroem marcam gênero e raça nos corpos e, deste modo, argumento que o uso de tranças e turbantes no processo de transição capilar é uma das propostas de “desbranqueamento” dos padrões estéticos no Brasil e estratégia de resistência ao racismo.
Palavras-chave: Transição capilar; Geração Tombamento; Moda; Tranças; Turbantes.

Braids, headwraps and black women's empowerment : fashion artifacts as gender and race technologies at the Afro Chic event (Curitiba-Pr)

Abstract: This dissertation discusses the articulations between gender, race and material culture in the black women’s bodies construction who undergo the process of hair transition. The research is centered on the Afro Chic event, which happens in Curitiba and promotes affirmative actions related to curly hair and black women’s empowerment. I perceive this event as one of the strategies of the Tombamento Generation, a cultural movement that uses fashion and aesthetics as political tools for the deconstruction of race and gender stereotypes. By an analysis of the historical processes related to the bleaching ideology in Brazil, I try to understand the rejections and resistances of the black aesthetics in the country. In this event, I am interested mainly in the braids and headwraps workshops, that teaches these techniques and articulate their use in connection with the Afro-Brazilian culture, encouraging a look at diversity and for the body as a whole that is constructed by different elements, including material culture. The research is qualitative, with participatory observation in the second edition of the event, with a field journal and interviews with the facilitators of the workshops, based on the method of oral history and life history. By the theory of material culture and intersectionality studies, I understand braids and turbans as fashionable artifacts and try to understand how they participate in the process of empowering black women who undergo the hair transition. This artifact also construct and deconstruct gender and race in the bodies and, therefore, I argue that the use of braids and turbans in the process of hair transition is one of the proposals of "unbleaching" of Brazilian aesthetic standards and racism’s resistance strategy.
Keywords: Hair Transicion; Tombamento Generation; Fashion; Braids; Headwrap

Lista de publicações:

SANTOS, Ana Paula M. Teixeira; SANTOS, Marinês Ribeiro. O papel de práticas afirmativas na construção do corpo da mulher negra que assume o cabelo natural. In: II Congresso dos/as Pesquisadores/as Negros/as da Região Sul - II Copene Sul, 2015, Curitiba.

SANTOS, Ana Paula M. Teixeira; SANTOS, Marinês Ribeiro. Cultura material, raça e gênero: turbantes e tranças como artefatos de moda na construção do corpo de mulheres negras.In: II Seminário de Pesquisas em Artes, Cultura e Linguagens, 2015, Juiz de Fora.

SANTOS, Ana Paula M. Teixeira; LEE, Erika Y.; SANTOS, Marinês Ribeiro. Moda, raça e cultura material: a construção de corpos por quimonos e turbantes no cinema norte americano. In: 7ºSeminário Moda Documenta e 4º Congresso Internacional de Memória, Design e Moda, 2016, Curitiba.

SANTOS, Ana Paula M. Teixeira; SANTOS, Marinês Ribeiro.Eugenia no Brasil: os discursos sobre gênero,raça e nação e o branqueamento estético. In: XI Jornadas Latino-americanas de Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia - ESOCITE 2016, 2016, Curitiba