Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Mestrado): Luiz Simão Staszczak
conteúdo

PPGTE (Mestrado): Luiz Simão Staszczak

por ppgte-ct publicado 31/10/2018 08h18, última modificação 19/11/2018 15h55
Docente- Auditor da Qualidade: Proposta de um novo mecanismo de cooperação escola-empresa
Quando
14/12/2001
de 10h00 até 12h00
(America/Sao_Paulo / UTC-200)
Onde
Sala de videoconferência do CEFET-PR
Pessoa de contato
Dr. João Luiz Kovaleski
Participantes
Dr. João Luiz Kovaleski (Orientador)
Dr. Dálcio Roberto dos Reis
Dr. Luciano Scandelari
Dr. Luiz Alberto Pilatti
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Esta pesquisa apresenta um estudo sobre o Docente que é Auditor da Qualidade – como um novo mecanismo na Cooperação Universidade-Empresa. O objetivo desta pesquisa é analisar a atuação de professores formados como Auditores da Qualidade em uma instituição de ensino e até que ponto ficam evidenciadas as melhorias da relação ensino-aprendizagem, por meio da ação e da práxis docente, caracterizando-se como mais um mecanismo de Cooperação Universidade-Empresa (CUE). A busca por respostas a essas indagações, levou ao estudo do tema Qualidade no Brasil tendo como foco a formação de recursos humanos para “Qualidade”. Dessa caracterização, nasceu a pergunta que centralizou os esforços do presente trabalho: até que ponto a ação do docente, certificado pelo Curso de Formação de Auditores da Qualidade, interfere qualitativamente para melhoria do ensino como mais um mecanismo de Cooperação Universidade-Empresa (CUE)? E foi a partir dessa revisão que ganhou densidade a hipótese central do trabalho, ou seja, efetivamente, a ação do professor não está produzindo qualidade, o que está produzindo qualidade é o mercado através das empresas, o que distorce as funções sociais da universidade, mas pode ser reproduzido como mecanismo de cooperação entre universidade e empresa. O tipo de pesquisa utilizada é a qualitativa com abordagem descritiva/comparativa. Os dados coletados aparecem sob a forma de transcrição de entrevistas, anotações de campo. As informações e dados foram coletados a partir de entrevistas não estruturadas, que não confirmaram totalmente hipóteses descritas na teoria, refutando que, o que está produzindo qualidade é o mercado por meio das empresas. O estudo de caso constatou na prática que, efetivamente, a ação do professor está produzindo melhorias da qualidade no processo de ensino.