Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Mestrado): Mariana Amaral Tomaz
conteúdo

PPGTE (Mestrado): Mariana Amaral Tomaz

por vaniagalliciano publicado 10/09/2018 12h17, última modificação 10/09/2018 12h17
Projeto de "Artesãs-Empreendedoras": trajetórias de mulheres em um programa de inserção produtiva
Quando
22/03/2016
de 14h00 até 17h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala C-301
Pessoa de contato
Participantes
Profa. Marinês Ribeiro dos Santos, Dra. Orientadora - UTFPR
Banca examinadora:
Profa. Marinês Ribeiro dos Santos, Dra. Presidente - UTFPR
Profa. Edla Eggert, Dra. - UNISINOS
Prof. Ronaldo de Oliveira Corrêa, Dr. - UFPR
Profa. Mariuze Dunajski Mendes, Dra. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: O objetivo deste trabalho é mapear e interpretar trajetórias de mulheres participantes do projeto de geração de renda Vitrine Social, a fim de compreender os valores, relações e conflitos envolvidos nos processos de capacitação, produção e comercialização de artefatos. A pesquisa está centrada nas trajetórias de vida de quatro mulheres que participaram do Programa Vitrine Social, na cidade de Curitiba-PR entre os anos de 2010 e 2015 e que comercializam seus produtos nas feiras de artesanato de Curitiba, mais especificamente, nas feiras do Largo da Ordem e da Praça Osório. A partir de uma perspectiva de gênero, apresentamos os embates vivenciados no processo de tornar-se uma “artesã-empreendedora”, uma vez que o programa se propõe a formar empreendedoras/es. Os procedimentos metodológicos realizados para esta pesquisa qualitativa foram observação não participativa nas feiras de artesanato, registros em diário de campo e entrevistas sobre a história de vida dos participantes das últimas turmas do Vitrine Social. As entrevistas foram guiadas a partir das materialidades confeccionadas ao longo do curso: colchas de patchwork costuradas pelos grupos, portfólios de costura e outros produtos costurados. Em diálogo com as narrativas e memórias das interlocutoras deste trabalho, procuramos produzir uma imagem de todo processo: a decisão por começar a fazer o curso, a trajetória de aprendizado da costura e de noções de gestão de negócios, a formação de um grupo produtivo (e de um “projeto” coletivo), a comercialização nas feiras de artesanato, o desenvolvimento de novos produtos e, por fim, a produção dentro dos lares. Com um olhar sensível às relações e aos espaços envolvidos em cada etapa, foi possível evidenciar a não homogeneidade do processo de aprendizado e das formas de criação e produção de artefatos costurados.
Palavras-chave: Gênero e Trabalho; Desenvolvimento de produtos; Cultura material.

"Handcraft-businesswoman” Project: trajectorios of women which participate in a generate income project

Abstract: The objective of this work is to map and interpret women’s trajectories, which participate in a social project called Vitrine Social, which goal is to generate income. The aim is to understand values, relationships and conflicts experienced during training, production and commercialization of the handcrafts. This research is centred on life trajectories of four women, who were participants of the Vitrine Social in Curitiba, Paraná, Brazil, from 2010 to 2015 and sold their products in Curitiba’s handicraft fairs, mainly at Largo da Ordem and Praça Osório Fairs. From a gender perspective, we present conflicts experienced in the process of becoming a “handcraft-businesswoman”, since this program proposes to form entrepreneurs. The methodological procedures performed on this qualitative research were non-participative observation of handicraft fairs, records on field diaries and life history interviews with participants from latest groups of Vitrine Social. Interviews were guided starting from handcrafts made during the course: patchwork bedspreads sewed by groups, sewing portfolios and other stitched products. In dialogue with conversationalist narratives and memories we attempted to build an image of the whole process: the decision of taking part of the course, the learning process of sewing, the business management, the formation of a productive group (and of a “Project” collective), commercialization in craft fairs, the new product development, and at last, the production at home. Looking carefully at relationships and spaces involved in each stage, it was possible to evidence inhomogeneity in the learning process, development and production of sewed handcrafts.
Keywords: Gender and Work; Product Development; Material Culture

Lista de publicações:

TOMAZ, Mariana Amaral; SANTOS, Marinês Ribeiro. Representações e criações da identidade regional no programa Vitrine Social. V Seminário Trabalho e Gênero e III Seminário Internacional do PPGCS - Teorias, pesquisas e práticas sociais, 2014, Uberlândia. V Seminário Trabalho e Gênero e III Seminário Internacional do PPGCS - Teorias, pesquisas e práticas sociais, 2014.

TOMAZ, Mariana Amaral; SANTOS, Marinês Ribeiro. Trajetórias de participantes de grupo de geração de renda por meio da costura: aprendizado de técnicas, trocas de saberes e formação de redes. VI Simpósio Nacional de Ciência Tecnologia e Sociedade ESOCITE, Rio de Janeiro, 2015.