Você está aqui: Página Inicial > Defesas > PPGTE (Mestrado): Tânia Gracieli Vega Incerti
conteúdo

PPGTE (Mestrado): Tânia Gracieli Vega Incerti

por vaniagalliciano publicado 13/09/2018 15h49, última modificação 13/09/2018 15h49
Brincadeiras persistentes, desigualdade de gênero presente: Relações de gênero na Educação Profissional, uma análise a partir da realidade educacional do IFPR - Campus Curitiba
Quando
20/02/2017
de 09h00 até 12h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Sede Central: Sala C-301
Pessoa de contato
Participantes
Profa. Lindamir Salete Casagrande, Dra. Orientadora - UTFPR
Banca examinadora:
Profa. Marília Gomes de Carvalho, Dra. Presidente - UTFPR
Profa. Cíntia de Souza Batista Tortato, Dra - IFPR
Profa. Nadia Veronique Jourda Kovaleski, Dra. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Esta dissertação tem por objetivo geral compreender como se dão as relações de gênero na educação profissional, tendo por base a realidade educacional do Instituto Federal do Paraná – IFPR. O espaço, onde se dão as relações sociais e econômicas em que as instituições de ensino estão inseridas, é dinâmico está em constantes transformações, o que indica diversos desafios ao processo educacional. É nesse processo que reside a potencialidade da escola em se instituir como o locus privilegiado, em potencial para mudanças, bem como constituir-se como um lugar em que muitas vezes se manifestam as desigualdades, levando-se em consideração, particularmente, a discussão a que se propõe neste trabalho: as desigualdades de gênero. É nesse espaço que se busca o desenvolvimento desta pesquisa. Ao se pretender o diálogo entre gênero e educação profissional e tecnológica, tem-se em vista a discussão sobre a educação escolar, especialmente direcionando nosso olhar ao ensino médio profissional e técnico; recorremos as suas Diretrizes Curriculares, nas quais evidencia-se que a educação profissional é, antes de tudo, educação. Assim sendo, rege-se pelos princípios explicitados na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Tendo em vista esse contexto, a intenção é de perceber de que forma as questões de gênero fazem parte do cotidiano escolar, e, a partir da percepção de estudantes matriculadas/os nos cursos de Técnico em Mecânica e Técnico em Processos Fotográficos, compreender se elas/eles identificam ou não desigualdades de gênero no seu percurso formativo. Como caminho metodológico, pontuamos a abordagem qualitativa como referência, e, além da busca por referenciais teóricos que guiem a discussão sobre as relações de gênero e educação, utilizou-se como técnica de pesquisa a entrevista semiestruturada, aplicada a vinte e quatro (24) estudantes dos referidos cursos; destas/es, doze (12) em cada curso e doze (12) de cada sexo. A escolha das/os entrevistadas/os foi aleatória e de acordo com o interesse em participar da pesquisa, buscando-se preservar a divisão igualitária entre mulheres e homens. Os resultados da pesquisa apontam que as questões de gênero estão imbricadas em todo o processo educativo do IFPR. Elas são naturalizadas e não questionadas, manifestam-se especialmente por meio de brincadeiras e piadas, restando a falsa impressão de não existir desigualdades de gênero nesse espaço.
Palavras-chave: Mulheres. Relações de Gênero. Educação Profissional. IFPR.

Persistent jokes, existent gender inequalities: Gender Relations in the Professional Education, an analysis of the educational reality at IFPR - Campus Curitiba.

Abstract: Based on the educational reality of the Instituto Federal do Paraná (IFPR), this master’s degree dissertation aims to understand how gender relations work in a professional education environment. The school – where the social and economic relations take place – is constantly changing, which indicates many challenges to the educational process. The potential of the school to establish itself as a privileged locus, with power to make changes, resides in these spaces, as well as the possibility of being a place where inequalities are often manifested, especially considering the discussion proposed by this study: gender inequalities. The development of this research is sought in these places. Intending to reach a dialogue between gender and technological professional education, we consider the discussion about formal education, directing our analysis particularly to the professional and technical high school. We resorted to their Curriculum Directives, which points that professional education is, first of all, education. Therefore, this type of education is ruled by the principles brought by the Federal Constitution and the Law of Directives and Bases of National Education. Considering this context, our intention is to analyse how matters of gender take place at the daily school routine, and to understand, from the perception of the students registered in Mechanical Technician and Photographic Processes Technician, if they identify gender inequalities in their educational journey. As our methodological path, we point a qualitative approach as reference. In addition to our quest for theoretical references that could guide the discussion about gender relations and education, we used semi-structured interviews as a searching technique. The interviews were applied to twenty four (24) students from the mentioned classes; twelve (12) from each class and twelve (12) of each gender. The interviewees were randomly chosen and according to their interest to participate in the study, preserving an equal division between women and men. The results of the study show that the matters of gender are tightly interwoven to the IFPR educational process. These issues are naturalized and not questioned, they appear in the form of jokes, leaving the deceiving impression that gender inequalities do not exist in those environments.
Keywords: Women. Gender Relations. Professional Education. IFPR.

Lista de publicações:

OLIVEIRA, G. T. S. ; INCERTI, T. G. V. ; CASAGRANDE, L. S. . Impactos da mídia na construção da identidade psicossocial da criança contemporânea. In: VI Simpósio Nacional de Ciência e Tecnologia, 2015, Rio de Janeiro. Anais Eletrônico, 2015.

INCERTI, T.G.V; CASAGRANDE, L.S. RELAÇÕES DE GÊNERO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: uma análise a partir da realidade educacional do IFPR. In: Anais Eletrônico. XI Jornada Latino-Americanas de Estudos da Ciência e da Tecnologia, Curitiba, 2016.