Aviso: Você está visitando a nossa página antiga, por isso algumas informações podem estar desatualizadas.

Para saber mais sobre a Instituição, acesse o novo Portal da UTFPR

Você está aqui: Página Inicial doisvizinhos Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias 2017 Projeto de extensão divulga a Biotecnologia por meio da interação entre acadêmicos da UTFPR e alunos do ensino básico da rede estadual de Dois Vizinhos

Projeto de extensão divulga a Biotecnologia por meio da interação entre acadêmicos da UTFPR e alunos do ensino básico da rede estadual de Dois Vizinhos

As professoras Dra. Milene Oliveira Pereira e Dra. Lucimara Lopes da Silva do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Dois Vizinhos (UTFPR-DV) estão desenvolvendo um projeto de extensão intitulado “Ensino e oficinas de experimentação em Biotecnologia”. Esse projeto tem por objetivo difundir os conhecimentos biotecnológicos adquiridos por estudantes de nível superior a alunos de escolas municipais de Dois Vizinhos, por meio da realização de atividades experimentais utilizando materiais de baixo custo, despertando assim, o interesse pela Biotecnologia e pela Ciência. O projeto conta com uma aluna bolsista Débora Bohrer de Lima e uma aluna voluntária Sara Letícia Stolfo dos Santos, ambas do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da UTFPR-DV.
O projeto está sendo desenvolvido com mais de 40 alunos da Escola Estadual Vinicius de Morais de Dois Vizinhos/PR, abordando como atividade experimental a “Contextualização da atividade enzimática”. Para tanto, os experimentos de atividade enzimática foram testados inicialmente no laboratório de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da UTFPR-DV, utilizando materiais de baixo custo como diferentes marcas de detergentes em pó, gelatina e pudim. Uma vez estabelecido o experimento, o mesmo foi reproduzido para alunos do 8° e 9° ano da referida escola com o tema “Enzimas” dentro da ementa da disciplina de Ciências. Em sala de aula, o tema foi introduzido de forma teórica pelas alunas do projeto de extensão. Em seguida, elas apresentaram o procedimento experimental que foi desenvolvido pelos alunos da escola. Os alunos puderam avaliar, de forma qualitativa, a ação das enzimas amilases e proteases presentes nos detergentes em pó sobre o amido do pudim e sobre o colágeno da gelatina, respectivamente. Os alunos verificaram que essas enzimas são capazes de hidrolizar a gelatina e o amido, fazendo com que o produto final apresente um aspecto líquido mesmo depois de horas de refrigeração. Segundo a Coordenadora do projeto, profa. Dra. Milene: “a constatação e discussão dos resultados motivou os alunos a levantarem questionamentos acerca da produção e aplicação das enzimas, tanto no dia-a-dia quanto a nível industrial”.
Esse projeto permitiu promover por meio da contextualização, a construção da ponte entre o conceito científico do professor e o mundo cotidiano dos alunos, favorecendo o aprendizado em sala de aula. Os experimentos práticos motivaram os alunos à descoberta do “novo” e ao desenvolvimento de novas habilidades, como a criatividade e atitude cooperativa. O projeto mostrou que o ensino por experimentação permite tornar a Biotecnologia mais “palpável”, garantindo a oportunidade de associá-la com avanços tecnológicos que afetam diretamente a sociedade. Além disso, com o projeto os alunos puderam compreender sobre como a universidade pode prepará-los para o ingresso no mercado de trabalho.
Esse projeto foi selecionado para ser apresentado na forma oral no 35° SEURS – Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, que ocorrerá em Foz do Iguaçu no período de 30 de outubro a 01 de novembro de 2017.  O SEURS tem o propósito de promover o intercâmbio entre as Instituições de Ensino Públicas da Região Sul, por meio de discussões e trocas de experiências que orientam e conduzem as relações entre a Instituição de Ensino e a comunidade externa.
Para a profa. Dra. Lucimara “a disseminação dos resultados alcançados nestas simples experiências pode influenciar adolescentes na sua escolha profissional, podendo inclusive causar grande impacto socioeconômico regional à medida que estes alunos optarem por cursar um Curso Superior e de até de Pós-Graduação oferecido na região”.

Atualizado em 12/09/2017.

Ações do documento