Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

As atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

 
Você está aqui: Página Inicial Estrutura Universitária Diretorias de Gestão Diretoria de Gestão da Comunicação Comunicação Notícias Intercambista de Guiné-Bissau é o primeiro estrangeiro a defender dissertação na UTFPR

Intercambista de Guiné-Bissau é o primeiro estrangeiro a defender dissertação na UTFPR

Intercambista de Guiné-Bissau é o primeiro estrangeiro a defender dissertação na UTFPR

Orientadora Maria de Lourdes Bernartt, mestrando Quecoi Sani e o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Mário Alves da Cunha

O guineense Quecoi Sani defende na próxima segunda-feira (21) a dissertação “A Educação Superior no Desenvolvimento da Guiné-Bissau: contribuições, limites e desafios”, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) do Câmpus Pato Branco. Sani é o primeiro intercambista estrangeiro a defender dissertação na UTFPR.

A defesa terá início às 14h no miniauditório do Câmpus Pato Branco e é aberta ao público. A banca será composta pelos professores Maria de Lourdes Bernartt (orientadora), Marlize Rubin Oliveira (coorientadora), Gisele Wolkfoff e Leonel Piovezana (Unochapecó). No evento, também estará presente o professor Eden Januário Netto, diretor de Relações Internacionais da UTFPR.

Quecoi Sani iniciou seus estudos no PPGDR em março de 2012, após ser aprovado no edital de seleção para estrangeiros do programa e na chamada do Programa de Estudantes – Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Depois da defesa, Sani voltará a Guiné-Bissau, onde é professor da Escola Nacional de Administração (ENA), instituição de formação pública que oferece curso técnico e superior em Contabilidade e Administração. “Retorno ao meu país com a convicção de continuar  a atuar na educação. Porque, para mim, formar o homem é a melhor maneira que o país possa se desenvolver”, afirma o mestrando.

Para Sani, após o mestrado, ele retornará ao seu país mais preparado para ajudar a inovar a atuação como docente na ENA. “Tenho vontade de ver a minha instituição começar a pensar nas novas orientações da educação superior que devem estar assentes no ensino, pesquisa e extensão”.

PEC-PG

O PEC-PG da Capes consiste em um programa que possibilita a vinda ao Brasil de pesquisadores, professores universitários, profissionais e graduados do ensino superior dos países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém Acordo de Cooperação Educacional, Cultural ou de Ciência e Tecnologia, para realização de estudos de pós-graduação. O principal objetivo é contribuir no aumento de qualificação de pessoal.

Atualizado em 18/10/2013

Acompanhe as notícias da UTFPR no
twitter e no facebook.