Aviso: Você está visitando a nossa página antiga, por isso algumas informações podem estar desatualizadas.

Para saber mais sobre a Instituição, acesse o novo Portal da UTFPR

 
Você está aqui: Página Inicial Estrutura Universitária Diretorias de Gestão Diretoria de Gestão da Comunicação Comunicação Notícias Professora da UTFPR conquista principal prêmio em transferência de tecnologia dos EUA

Professora da UTFPR conquista principal prêmio em transferência de tecnologia dos EUA

Professora da UTFPR conquista principal prêmio em transferência de tecnologia dos EUA

Professora Marina De Prá com protótipo desenvolvido para viajar para Marte e levar os microrganismos para tratamento de efluentes

A professora Marina Celant De Prá, do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia do Câmpus Dois Vizinhos, foi laureada com 2017 FLC Excellence in Technology Transfer Project of the Year Award (Southeast Regional), prêmio concedido pelo Federal Laboratory Consortium for Technology Transfer (FLC), nos Estados Unidos (EUA). O reconhecimento é resultado da participação de Marina no projeto "Rapid Activation of Biological Wastewater Treatment Systems for Nasa" (em português: "Rápida Ativação de um Sistema de Tratamento Biológico de Efluentes para a Nasa").

Maior prêmio dos EUA na área, congregando os 300 principais laboratórios federais, agências e centros de pesquisa do país, o FLC National Awards destaca pessoas que contribuíram significativamente para o esforço de transferência de tecnologia. 

A participação da professora no projeto que lhe rendeu o prêmio teve início em meados de 2016, quando Marina foi convidada a contribuir com a pesquisa desenvolvida pela Nasa, pela Pancopia e pelo Serviço de Pesquisa Agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA-ARS). Segundo a docente, o projeto "Rapid Activation of Biological Wastewater Treatment Systems for NASA" se justifica pelos altos valores embutidos em levar água para o espaço. "A água é um recurso vital e extremamente caro para a Nasa, custando até $ 83 mil dólares para levar um galão de água para o espaço. Por isso, a Nasa precisa reciclar em torno de 95% dos efluentes gerados e, visto que no espaço não tem água, objetiva-se poupar o que se tem e recuperar o que poderia ser descartado", explica Marina, completando que o projeto visa ser um intermediador para melhor utilizar esse recurso.

Multidisciplinar e dividido em várias etapas, o projeto conta com a participação de várias instituições, entre elas a USDA-ARS em Florence (Carolina do Sul), onde Marina De Prá trabalhou, junto com o dr. Matias VanottiA USDA-ARS é a instituição responsável em preparar os microrganismos para o tratamento das águas residuárias, por meio do processo de desamonificação.

Ao indicar a pesquisa para o prêmio, a USDA inscreveu o projeto com o título de "Novel Anammox Bacterium Isolate for Purification and Recycling Wastewater in Space and Decentralized Wastewater Systems" (em português: "Isolamento de Novas Bactérias ANAMMOX para Purificação e Reciclagem de Efluentes no Espaço e em Sistemas de Tratamento de águas residuárias Descentralizados").

"O tema [do projeto premiado] é o mesmo da minha tese de doutorado, onde trabalhamos com microrganismos chamados Anammox (do inglês Anaerobic Ammonium Oxidation). Eu trabalho com esses microrganismos para o tratamento de efluentes há aproximadamente oito anos, o que felizmente me permitiu contribuir bastante com o projeto lá [nos EUA]", conta Marina De Prá.

Tese
Defendida no mês de março, a tese de doutorado da professora Marina teve como objetivo desenvolver e validar um novo protótipo de reator para aplicação do processo de desamonificação para remoção de nitrogênio em efluentes da suinocultura. O trabalho fez parte de um projeto de parceria entre a Embrapa Suínos e Aves, a Capes e o Departamento de Engenharia Química da UFSC e esteve vinculado ao Programa de Engenharia Química da UFSC. O protótipo desenvolvido e validado durante a pesquisa atingiu eficiência surpreendente no tratamento de efluentes e no momento está em processo de registro de patente.

Atualizado em 06/09/2017

Acompanhe as notícias da UTFPR no twitter e no facebook.

Ações do documento