Ivo Mezzadri

Diretor responsável pela transformação da Escola Técnica em Cefet faleceu no último dia 22

O ex-diretor Ivo Mezzadri esteve na instituição de 1950, como aluno, até 1984, como diretor do então Cefet. Ele entrou como estudante do curso industrial básico de Serralheria e, depois, estudou Mecânica de Máquinas.

Quando se formou, permaneceu na escola como auxiliar de ensino, ministrando cursos de Orientação Profissional, Técnicos e Didáticos para o Ensino Industrial. Deu aulas de Mecânica, Eletrotécnica e Eletrônica. Foi diretor educacional e diretor do Departamento Administrativo. Atuou no Centro de Treinamento de Professores do Ginásio e no Conselho Estadual de Educação.

Assumiu o cargo de diretor da então Escola Técnica Federal do Paraná (ETFPR) em 14 de julho de 1972. Seu objetivo, enquanto dirigente da instituição, foi uma constante busca pela melhoria na qualidade do ensino, que incluía, igualmente, as atividades artísticas. A partir de 1972, tiveram início atividades teatrais, de música (coral, banda marcial), Festival de Cinema Super-8.

Em setembro de 1973, a Escola Técnica Federal do Paraná conseguiu que uma vasta área fosse cedida para ampliação de seu espaço físico. Foi então que a instituição recebeu o terreno na esquina das Avenidas Sete de Setembro e Marechal Floriano, em Curitiba.

Em outubro de 1973, o Conselho Federal de Educação aprovou o funcionamento dos cursos superiores de engenharia na ETFPR.

Com Ivo Mezzadri, em 1978, a Instituição foi transformada em Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR), com oferta de segundo grau, graduação e pós-graduação na área tecnológica, com direcionamento para atividade industrial.

Só deixou o posto em 17 de janeiro de 1984, quando o então Cefet já havia se tornado uma das entidades de ensino mais respeitadas do País.

A importância dessa história, a qual Mezzadri fez parte, levou a instituição, em 2005, a ser transformada em Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

No último dia 22 de maio de 2017, Mezzadri nos deixou, mas a importância da sua trajetória continuará sempre presente na história da UTFPR.

Atualizado em 23/05/2017

Ações do documento