Você está aqui: Página Inicial Estrutura Universitária Diretorias de Gestão Diretoria de Gestão da Comunicação Comunicação Notícias Sinditest-PR rejeita proposta construída durante negociações para reposição do período de greve

Sinditest-PR rejeita proposta construída durante negociações para reposição do período de greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Paraná (Sinditest-PR) apresentou, na última sexta-feira (02), a devolutiva oficial referente à proposta do termo de acordo para compensação dos dias paralisados na greve dos técnicos-administrativos, ocorrida entre 24 de outubro e 15 de dezembro de 2016. Na ocasião, os representantes do Sinditest-PR informaram que a categoria não aceita a proposta construída de forma conjunta por representantes da gestão da UTFPR e pelos próprios técnicos-administrativos que participaram de uma série de reuniões entre os meses de fevereiro e abril.

A proposta do termo de acordo estabelece que os dias não trabalhados devam ser compensados em horas. O limite diário para compensação é de duas horas, além da jornada normal de oito horas, ficando a distribuição das horas sujeita à negociação entre chefia e servidor. Do total a ser compensado, o limite mínimo de horas de trabalho será de 16 horas, podendo o saldo ser reposto em horas de capacitação. As horas não trabalhadas poderão ser compensadas até 31 de dezembro de 2017, em horas de trabalho ou em capacitação. Apenas as horas não compensadas dentro desse prazo poderão ser lançadas como “falta por greve” e descontadas na folha de pagamento.

O documento tenta abranger demandas da categoria, ao mesmo tempo em que atende a condições legais que a UTFPR deve observar. Um dos pontos atendidos, apresentado pelo sindicato em reunião em 28 de março, foi a posição dos técnicos-administrativos de que as horas repostas devessem estar distribuídas em 90% em horas de capacitação e 10% em horas trabalhadas. No dia 12 de abril, o sindicato apresentou a concordância da categoria aos termos da reunião de negociação anterior.

Uma nova proposta foi apresentada pelo Sinditest-PR na reunião da última sexta-feira. O documento altera para 24 de outubro a 14 de dezembro o período de contabilização dos dias parados, estabelece que as horas dedicadas para atividades de capacitação, campanhas solidárias, atividades sindicais e outros eventos institucionais sejam utilizadas para reposição, sendo que poderão ser aceitos para comprovação de horas em capacitação certificados de cursos realizados a partir de 24 de outubro. Segundo a nova proposta, casos omissos deverão ser resolvidos em conjunto pelo reitor, pelo dirigente do Sinditest-PR e pela Comissão Interna de Supervisão.

A proposta apresentada pelo sindicato foi submetida no mesmo dia a apreciação pelo colegiado de diretores gerais dos câmpus da UTFPR, que a rejeitaram de forma unânime, mantendo a proposta anterior, construída de forma conjunta. Diante disso, a reitoria irá entregar a negativa da última proposta ao Sinditest-PR, definindo o dia 16 de junho como prazo final para assinatura da proposta anterior. Caso contrário, as negociações serão encerradas.

Confira o vídeo da reunião 

Atualizado em 07/06/2017

Acompanhe as notícias da UTFPR no twitter e no facebook.



Ações do documento