Aviso: Você está visitando a nossa página antiga, por isso algumas informações podem estar desatualizadas.

Para saber mais sobre a Instituição, acesse o novo Portal da UTFPR

 

Programa Especial de Formação Pedagógica (PROFOP)

Objetivos do Programa

O Programa Especial de Formação Pedagógica da UTFPR tem como objetivo habilitar profissionais portadores de diploma de graduação  (bacharéis e tecnólogos) para o exercício de magistério em disciplinas do currículo que integram as quatro últimas séries do Ensino Fundamental, o Ensino Médio e a Educação Profissional de Nível Médio nos diferentes sistemas de Ensino.

 

Público-Alvo

O Programa Especial de Formação Pedagógica destina-se a profissionais portadores de diploma de graduação, excetuando-se os de Cursos de Licenciatura, relacionados com a habilitação pretendida.

 

Egresso

Ao término do Programa o egresso será capaz:

  • de exercer a profissão de professor, de acordo com os princípios psicopedagógicos, empregando de forma adequada os recursos tecnológicos, no processo educacional e de gestão do sistema escolar;
  • de articular os conteúdos curriculares, sua organização, avaliação e integração com outras disciplinas;
  • de utilizar os métodos adequados às diferentes situações do ensino-aprendizagem;
  • de enfrentar os problemas concretos do cotidiano escolar a partir de diferentes perspectivas teóricas, por meio de projetos multidisciplinares, com a participação articulada das várias disciplinas do programa.

 

Características do Programa

O Programa Especial de Formação Pedagógica apresenta uma proposta estruturada na forma de oito grandes temas, que abrangem diferentes áreas do conhecimento, visando assegurar um currículo integrado, propiciando ao professor uma boa formação. Os temas selecionados possuem como propósito atender os princípios da Resolução nº 02/97, do Conselho Nacional de Educação (CNE), que estabelece a estruturação curricular articulada nos seguintes núcleos: núcleo contextual, núcleo estrutural e núcleo integrador.

O núcleo contextual será constituído pelos seguintes temas: Gestão; A Instituição como Organização e Profissão Professor, cujos objetivos são: propiciar a compreensão de todos os mecanismos que envolvem a organização e estruturação de uma instituição de ensino nos seus diferentes níveis; desenvolver o processo gerencial das relações interpessoais que se desenvolvem nas instituições, bem como avaliar o papel da escola como agência de transformação da realidade na qual está inserida.

O núcleo estrutural, por sua vez, desenvolverá os temas: Paradigmas da Educação; Dimensões da Ciência e da Tecnologia no Ambiente Educacional; Concepções Psicopedagógicas do Processo Ensino-Aprendizagem e Metodologia Científica para as Práticas de Investigação no Ensino, atendendo desta maneira o que preconiza a mencionada Resolução, cujas principais finalidades são: oportunizar ao professor a aquisição de competências e o desenvolvimento de habilidades necessárias ao exercício das atividades inerentes à sala de aula; levá-lo a compreender seu papel de agente de transformação de sua prática pedagógica e sua responsabilidade no desenvolvimento de pesquisas educacionais.

O núcleo integrador será desenvolvido por meio do planejamento multidisciplinar objetivando uma visão global da realidade na qual está inserida a prática do professor, tendo a interdisciplinaridade como elo articulador das diferentes áreas do conhecimento. Cada tema proposto deverá ficar sob responsabilidade de um professor que terá como incumbência organizar, planejar e desenvolver de forma harmoniosa os conteúdos estabelecidos, podendo valer-se de palestras, seminários, grupo de estudos, entre outros métodos, possibilitando ao participante do Programa uma ampla visão da interação entre teoria e prática sob diferentes enfoques.

Nesta nova abordagem o conhecimento adquire um novo significado, ou seja, deixa de ter a função informativa para ser uma experiência de formação, auxiliando efetivamente o participante do Programa na apreensão e transformação da própria prática. Neste contexto, o processo de avaliação deverá ser planejado de forma que o participante possa ser avaliado sob diferentes perspectivas, ou seja, como elemento responsável pela gestão escolar, como facilitador do processo ensino-aprendizagem e como pesquisador de sua própria prática pedagógica, além de sua atuação em sala de aula.

 

Certificação

Ao aluno concluinte do Programa e aprovado em todas as suas etapas, conforme Regulamento do Programa Especial de Formação Pedagógica da UTFPR e após a aprovação do Relatório Final do Curso pelo Conselho de Graduação e Educação Profissional, será conferido Certificado de Conclusão, equivalente à Licenciatura Plena, conforme Art. 10 da Resolução nº 02/97 do CNE.

No Certificado de Conclusão será apostilada a disciplina de habilitação do aluno, desde que o aluno tenha cursado com aproveitamento em nível superior, no mínimo, 160 horas da respectiva disciplina ou área correspondente do conhecimento.

 

Núcleo Docente Estruturante

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) do Programa Especial de Formação Pedagógica da UTFPR é composto por membros de todos os campi.

 

Legislação

Conheça a Legislação Nacional e a Legislação da UTFPR para o Programa Especial de Formação Pedagógica.

Observação sobre a legislação Nacional - Resolução CNE/CP 2/2015:

O Ministério da Educação informou às universidades, através da publicação da Resolução Nº 2, de 1º de julho de 2015, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduações e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada.

No Capítulo VIII, Art. 22. Os cursos de formação de professores que se encontram em funcionamento deverão se adaptar a esta Resolução no prazo de 2 (dois) anos, a contar da data de sua publicação.

http://pronacampo.mec.gov.br/images/pdf/res_cne_cp_02_03072015.pdf

A UTFPR como instituição que oferta cursos de formação de professores, tem até o dia 30 de junho de 2017, para publicação de suas normas internas, que definirão os cursos de formação de professores seguindo a Resolução CNE/CP 2/2015.

 

Informações

Para maiores informações, os interessados podem entrar em contato com a Coordenação do Programa Especial de Formação Pedagógica (COFOP) nos campi da UTFPR:

Ações do documento