Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > Aulas presenciais garantem melhores possibilidades de ensino e aprendizado
conteúdo

Notícias

Aulas presenciais garantem melhores possibilidades de ensino e aprendizado

ENSINO

Contato entre professor e aluno favorece a qualidade das aulas
publicado: 17/05/2022 15h22 última modificação: 17/05/2022 19h51

Após mais de 18 meses de aulas remotas e encontros virtuais, os estudantes dos treze campus retornaram para as salas de aula e para as atividades presenciais na UTFPR. O contato presencial é importante pois, além de permitir um relacionamento mais próximo e direto entre professores e alunos, amplia a qualidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão diante das múltiplas possibilidades de integração e relacionamento.

Embora durante a pandemia professores e estudantes tenham se esforçado para manter os níveis de qualidade elevados, nada se compara com as atividades disciplinares na modalidade presencial. A Universidade agiu rápido através de seus conselhos e diretorias, possibilitando a migração de um sistema para o outro em poucas semanas e o empenho dos servidores e discentes foi fundamental. Todos compreenderam os desafios que a Covid-19 nos impôs, e ainda impõe, afinal, a pandemia ainda não terminou.

Durante esta semana, a equipe da ASCOM-CP percorreu a UTFPR-CP para registrar as atividades das aulas teóricas e práticas nas salas e laboratórios do campus e conversar com professores e estudantes sobre o retorno presencial. Apesar do estranhamento, afinal foram quatro semestres de trabalho na modalidade à distância, professores e alunos estão felizes e otimistas com o retorno das atividades presenciais.

Os estudantes da disciplina de Física Experimental, por exemplo, ressaltaram a importância das atividades de experimentação, destacando que a interação entre teoria e prática amplia a compreensão de conceitos e favorece entendimento dos temas de estudos e pesquisas. Para o Professor Ivo Goulart, as aulas ficam mais interessantes para o estudante, o que contribui para despertar ainda mais o interesse deles para as partes teóricas das disciplinas.

Outro fator importante é que o docente consegue verificar com maior facilidade quais são os estudantes que estão com dificuldades de compreensão. Na disciplina de Cálculo Numérico, por exemplo, a proximidade possibilita ao docente perceber com um pouco mais de facilidade quais estudantes estão com mais dificuldades. É possível explicar mais de uma vez ou quantas vezes forem necessárias o mesmo conteúdo e resolver os problemas durante ou depois das aulas, tirando dúvidas ou explicando de outras formas, destaca a Professora Claudia Fink.

O nível de atenção e concentração nos conteúdos também podem ser ampliados nas aulas presenciais. Na modalidade remota, o professor não consegue saber se o estudante está prestando atenção. As câmeras estão quase sempre desligadas e o estudante torna-se, muitas vezes, um expectador na frente de uma tela. Nas aulas presenciais, o fator “olho no olho” ajuda o professor a estabelecer diálogos mais profícuos com os estudantes e destes com os temas e conteúdos ministrados, salienta o Professor José Aparecido da disciplina de Mecânica dos Sólidos.

Com o retorno das atividades presenciais, a expectativa agora é manter os nossos índices e conceitos, uma vez que a qualidade do trabalho de servidores e estudantes segue elevado. A UTFPR obteve excelentes notas e aumentou o conceito do Índice Geral de Cursos (IGC) entre 2019 e 2020, aparecendo entre instituições de ensino superior mais bem avaliadas do Brasil. Ao conquistar as notas ‘4’ e ‘5’ no IGC/ 2019 de todos os cursos graduação ofertados, a UTFPR passou a ocupar o 34º lugar no quadro nacional e a 2ª posição entre as melhores Universidades do Paraná, resultados que certamente serão melhorados com o retorno das atividades presenciais nos campus de nossa instituição.