Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > CIA-Agro: Pesquisa e Desenvolvimento visando um Ecossistema de Inovação Regional (PD&I)
conteúdo

Notícias

CIA-Agro: Pesquisa e Desenvolvimento visando um Ecossistema de Inovação Regional (PD&I)

INOVAÇÃO

Participação de docentes da UTFPR-CP no CIA-Agro
publicado: 12/11/2021 09h44 última modificação: 12/11/2021 09h44

O Centro de Inteligência Artificial no Agro (CIA-Agro) foi lançado oficialmente no dia 22 de outubro de 2021 no prédio do Laboratório de Medicamentos (LM) da UEL – Avenida Tiradentes, 6565, região oeste de Londrina. O objetivo do CIA-Agro é ser um agente transformador de desenvolvimento social e técnico para a criação de riqueza e bem-estar com o uso da Inteligência Artificial (IA) aplicada na área agropecuária, principalmente no Paraná.

Por meio de parcerias com empresas, universidades, cooperativas, startups e outras instituições, pretende-se fomentar o desenvolvimento de competências visando o desenvolvimento de um ecossistema de inovação regional para o crescimento do estado de forma integrada. Mobilizando o capital humano e social, deseja-se preparar o estado para a transformação digital em termos da Inteligência Artificial no âmbito do agronegócio, uma das principais forças do estado. 

A UTFPR-CP participa desta iniciativa no desenvolvimento de atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) com a execução de dois projetos iniciais:

(i) Desenvolvimento de Metodologia de Inteligência Artificial para a identificação e contagem de Esporos de P. pachyrhizi, cujo objetivo principal é o desenvolvimento de metodologia de inteligência artificial para a identificação automática e contagem de esporos de P. pachyrhizi, a partir de lâminas de coletores; e

(ii) Aquisição de imagens com Veículo Aéreo Não Tripulado, que tem como meta desenvolver técnicas inteligentes para aquisição de imagens por Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) para monitoramento agrícola. O primeiro projeto é coordenado pelo Prof. Fabrício M. Lopes enquanto o segundo projeto é coordenado pela Profa. Natássya B. F. da Silva, ambos os projetos contam com a participação importante dos docentes: Priscila T. M. Saito, Pedro Henrique Bugatti e Alexandre R. Paschoal como pesquisadores, todos do departamento acadêmico de computação (DACOM) da UTFPR-CP.

O convênio para a contratação dos projetos está em trâmite entre a FUNTEF e a Fundação Araucária, sendo previsto o investimento de R$ 287.400,00 para a realização dos projetos pelo período de 24 meses, sendo a maior parte do investimento dedicada a bolsas aos estudantes que serão recrutados e vinculados aos projetos.