Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > Laboratório de História da UTFPR-CP inicia organização de documentos históricos da cidade
conteúdo

Notícias

Laboratório de História da UTFPR-CP inicia organização de documentos históricos da cidade

PESQUISA

Objetivo é a preservação e a difusão de acervos documentais.
publicado: 31/05/2022 16h58 última modificação: 31/05/2022 16h58

Com o objetivo de promover a preservação e a difusão de acervos documentais históricos da cidade de Cornélio Procópio, um grupo de pesquisadores da UTFPR-CP deu início às atividades do Laboratório de Pesquisa em História-LabHistória em nosso Campus. O LabHistória da UTFPR-CP é coordenado pelo Professor Doutor Dirceu Casa Grande Junior e conta com a colaboração dos servidores da Biblioteca do Campus, Simone Guerra, Elaine Macedo e Romeu Riguetti, além das estagiárias da Comissão de Cultura do Campus, Raíssa e Maria Clara, entre outros colaboradores.

O primeiro conjunto documental que está sendo organizado pelos participantes do LabHistória da UTFPR-CP é o acervo do Jornal “A Voz do Povo”, doado pelo jornalista Antonio Vilas Boas Neto em abril de 2021 à nossa universidade a partir da intermediação da Professora Doutora Marilu Martens Oliveira. Desde então, os pesquisadores do LabHistória da UTFPR-CP deram início às atividades de organização do acervo, que conta inclusive com o primeiro exemplar do Jornal “A Tribuna”, o primeiro periódico impresso de Cornélio Procópio.

“Os documentos foram recebidos com grande alegria por todos nós. Agradecemos a confiança do jornalista Toninho Vilas Boas e da Professora Marilu Martens. O acervo estava armazenado em caixas de papelão. Estamos retirando os jornais das caixas, efetuando a higienização e estabilizando os documentos, sobretudo os que se encontram em condições mais precárias”, explica o Professor Dirceu Casa Grande Junior.

As atividades consistem na separação dos exemplares de acordo com a condição física e ordem de datas, números e volumes, na higienização e na estabilização dos documentos, incialmente acondicionados em papel alcalino. Nesta fase, os pesquisadores estão empenhados em garantir a preservação dos documentos para, em seguida, digitalizar cada um deles e prepara-los para a divulgação em plataforma de difusão pública de acervos.

“Realizamos recentemente um treinamento para operacionalização da Plataforma AToM, disponibilizado pelo Departamento de Arquivologia da Universidade Federal Fluminense-UFF do Rio de Janeiro, ministrado pelo Professor Doutor Daniel Flores e pelo pesquisador Sergio Rodrigues. Trata-se da mesma plataforma utilizada pela Biblioteca Nacional e por outros centros de documentação histórica. É a partir desta plataforma que disponibilizaremos os acervos para consulta pública”, acrescenta a Bibliotecária do Campus e vice coordenadora do LabHistória, Simone Guerra.

A expectativa dos pesquisadores do LabHistória da UTFPR-CP é que nos próximos meses os primeiros exemplares estejam disponíveis para consulta na Plataforma AToM.

“Estamos buscando o máximo de informações e qualificação técnica para lidar com os documentos históricos, inclusive no que diz respeito à preparação para digitalização, criação das Instituição Arquivística e cadastramento das fontes e séries no sistema de difusão. Muito em breve as pessoas poderão consultar livremente os arquivos com a certeza de que estão visualizando documentos históricos autênticos”, explica Romeu Riguetti, coordenador técnico do LabHistória da UTFPR-CP. 

Além de tudo isso, os integrantes do LabHistória organizarão visitas orientadas para fins educacionais voltadas para estudantes, professores e outros interessados em conhecer o acervo e as peculiaridades das atividades de preservação da memória e do trabalho do historiador.

“A ideia é que as pessoas de nossa comunidade possam visitar o LabHistória e conhecer os documentos históricos que estão sob nossa responsabilidade, como são realizadas as atividades de tratamento documental de acervos históricos e sensibilizar-se quanto à necessidade vital de preservação da história e da memória de nossa comunidade”, salienta Elaine Macedo, coordenadora do Educativo do LabHistória da UTFPR-CP.

Rede de Núcleo de Documentação e Pesquisa

Está em curso uma iniciativa inédita no Norte do Paraná. A criação de uma Rede de Núcleos de Documentação e Pesquisa em História a partir da associação entre o Núcleo de Documentação e Pesquisa em História-NDPH da UEL, do Centro de Documentação e Pesquisa em História-CDPH da UENP de Jacarezinho e o LabHistória da UTFPR-CP, além da participação de outras entidades e centros de preservação da memória como o Centro de Documentação e Pesquisa da UNESP-Assis-SP e o Museu de Londrina.

Representantes das entidades estão dialogando com o objetivo de formalização do projeto que, além da preservação da memória e difusão de acervos históricos, desenvolverá pareceria de colaboração técnica, pesquisas, cursos e eventos, entre outras iniciativas.