Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > Pesquisadores do Campus participaram da 31ª Conferência da ANPROTEC
conteúdo

Notícias

Pesquisadores do Campus participaram da 31ª Conferência da ANPROTEC

INOVAÇÃO

Desenvolvimento Sustentável e Inovação foram os temas do evento
publicado: 12/11/2021 12h33 última modificação: 12/11/2021 15h44

Você já ouviu a expressão: “the Great Reset”? Este é um conceito criado pelos proponentes do Fórum Mundial Econômico com o objetivo de ampliar as iniciativas que tem como ponto de partida a reestruturação da economia mundial, tornando-a mais sustentável a partir da ampliação do comprometimento e da responsabilidade dos atores globais.

O conceito também foi o tema da 31ª Conferência Anprotec de Empreendedorismo e Ambientes de Inovação, que aconteceu entre os dias 10 e 12 de novembro, “The Great Reset: a redefinição dos ambientes de inovação”. Na oportunidade, professores e pesquisadores debateram os rumos da economia mundial pós-pandemia, considerando, porém, outros problemas que afetam o planeta e as sociedades há muito tempo, como a desigualdade social e financeira, a fome e a miséria, a destruição do meio ambiente, o desemprego e a renda, entre outros temas.

Ademais, a iniciativa “The Great Reset” admite ainda, um conjunto de soluções com o objetivo de construir um novo contrato social que priorize o revigoramento da ciência, da tecnologia e da inovação, um movimento global para redução das emissões e implementação de métodos de absorção de dióxido de carbono na atmosfera, e a precificação de carbono, reinventando estruturas de incentivo de longa data, reequilibrando fomentos para incluir mais investimentos verdes e encorajando projetos de infraestrutura pública verde.

Nessa dinâmica, os Professores Márcio Jacometti, Jair de Oliveira, Luiz César de Oliveira e os servidores Felipe Haddad Manfio e Juliano César de Oliveira, da UTFPR Campus Cornélio Procópio, apresentaram o trabalho intitulado “Constituição do Sistema Regional de Inovação Procopense a partir do Ecossistema de Inovação”, que abordou, entre outros pontos, a transformação da pesquisa científica em soluções viáveis para impulsionar negócios baseados em ciência.

Mais especificamente, o trabalho descreve a constituição do Sistema Regional de Inovação Procopense (SRIP), em Cornélio Procópio, no Norte do Paraná, a partir do Ecossistema de Inovação de Cornélio Procópio (EICP), articulado por diversos atores que assumiram a missão de implementá-lo e a responsabilidade por sua governança. Nesse sentido, os conceitos de Ecossistema de Inovação (EI) e Sistema Regional de Inovação (SRI) são confrontados com a constituição do SRIP, uma vez que, enquanto um EI foca no empreendedorismo e no mundo dos negócios, um SRI prioriza a política e a economia da inovação. Para atingir os objetivos do trabalho, bem como, fundamentar do ponto de vista teórico e metodológico as pesquisas em inovação, os pesquisadores trabalham com  o conceito da Tríplice Hélice de Etzkovitz e Leydesdorff, pensado em 1996 para fundamentar as ações e iniciativas no campo da pesquisa em inovação.

A partir da conceituação teórica e levantamento de informações qualitativas sobre SRIP, no período de 2011 a agosto de 2021, os resultados do trabalho demonstraram que a formalização do EICP, contempla todas as dimensões conceituais analisadas e possui todas as possibilidades de implementação no curto e médio prazos. Um vez consolidados, sobretudo a partir de iniciativas como a construção do Parque Científico e Tecnológico da UTFPR-CP, as condições de desenvolvimento econômico e social serão ainda mais favoráveis, contribuindo para a sustentabilidade dos negócios existentes e o surgimento de novas iniciativas com capacidade para gerar conhecimento e inovação e emprego e renda de qualidades combinados com a proteção dos recursos naturais e do meio ambiente em praticamente todas as dimensões.

Para saber mais e conhecer os trabalhos que foram apresentados no evento, acesse:

https://anprotec.org.br/conferencia2021/o-evento/