Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Comissão de Acessibilidade e Inclusão inicia trabalhos com grande adesão
conteúdo

Notícias

Comissão de Acessibilidade e Inclusão inicia trabalhos com grande adesão

ACESSIBILIDADE

Com a presença de servidores das mais diversas áreas e estudantes de vários cursos, a Comissão tem como objetivo aprimorar as práticas do Campus para Inclusão de estudantes e servidores com deficiência
publicado: 22/09/2021 15h51 última modificação: 22/09/2021 16h13
Imagem: Freepik

Imagem: Freepik

Nesta terça (21/09) pela manhã, ocorreu a primeira reunião da Comissão de Acessibilidade e Inclusão, que contou com a presença de aproximadamente 30 pessoas, entre técnico-administrativos, docentes e estudantes com deficiência. O objetivo deste colegiado é aprimorar as práticas do Campus para Inclusão de estudantes e servidores com deficiência, tanto do ponto de vista arquitetônico, como social e didático.

Além de Rossana Finau, diretora-geral do campus Curitiba, e Aurea Niada, Diretora de Graduação e Educação Profissional, estiveram presentes os cinco estudantes com deficiência que fazem parte da Comissão, bem como os outros membros servidores do Campus. "A Comissão já existia em outras edições, mas é a primeira vez que vemos uma procura tão grande para participar", comentou Xênia Mello, servidora do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI) do Campus.

Xênia também explicou que a presença de servidores das mais diversas áreas é muito benéfica para os trabalhos da Comissão, uma vez que seu escopo é abrangente. Há servidores da informática, técnicos de laboratório, pedagogo, psicólogo, assistente de alunos assim como docentes e estudantes de diversos cursos. Alguns docentes pesquisadores da Inclusão também participam do grupo, entre eles, Leonelo Almeida e Marília de Abrahão Amaral, professores do curso de Bacharelado em Sistemas da Informação; e as professoras Marta Filietaz, além de Rita de Cassia Maestri e Sílvia Witkoski (ambas com deficiência auditiva), do Departamento de Educação (DEPED-CT).

Durante a reunião, foram estabelecidos meios de contato entre serviços do Campus e o Coletivo Hawking, organização de estudantes com deficiência, e que tem um representante na Comissão. O estudante Matusalém Duarte do Nascimento, aluno com baixa visão, apontou a necessidade de melhorias em alguns sistemas de atendimento ao público, o que foi objeto de consideração pelas diretoras. Além disso, como primeiro encaminhamento, foi decidido que os membros da Comissão devem realizar capacitação para entender melhor os desafios e as possibilidades da Inclusão e providências para sua execução. Acompanhe nosso portal e redes sociais para saber das próximas ações desta Comissão.

E para mais informações sobre Inclusão no Ensino Superior, acompanhe a live do Conexão UTFPR sobre o tema.