Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Projeto de estudantes do campus Curitiba visa a facilitação da doação de alimentos
conteúdo

Notícias

Projeto de estudantes do campus Curitiba visa a facilitação da doação de alimentos

TECNOLOGIA

O aplicativo, chamado “De Grão em Grão”, conecta potenciais doadores, receptores e transportadores de alimentos excedentes
publicado: 02/09/2021 16h12 última modificação: 02/09/2021 18h04

Desenvolvido para a conclusão do curso de Engenharia de Computação dos estudantes Ederson Fernandes e Diego Braga e orientado pela orientado pela Professora Dra. Ana Cristina Kochem Vendramin, do Departamento Acadêmico de Informática (DAINF), o aplicativo “De Grão em Grão” tem como objetivo conectar potenciais doadores, receptores e transportadores voluntários, para a facilitação da doação de alimentos.

Inicialmente, o projeto do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) visava o combate ao desperdício de alimentos e consequentemente, o combate à fome. De acordo com Diego, a ideia veio a partir de um diálogo com a Professora Dra. Keiko Veronica Ono Fonseca, do Departamento Acadêmico de Eletrônica (DAELN), que apresentou aos estudantes as ideias da Professora Dra. Tamara Simone Van Kaick, professora do Departamento Acadêmico de Química e Biologia (DAQBI). A docente, que estava envolvida em pesquisas sobre o desperdício de alimentos em Curitiba, os direcionou a estudos relacionados ao tema, estabelecendo contato com integrantes da Secretaria Municipal de Abastecimento.

Nesse sentido, os estudantes levantaram dados sobre o assunto e realizaram uma pesquisa de campo, com o viés de entender as experiências e necessidades dos comerciantes de instituições de caridade sobre doações de alimentos. Por fim, o aplicativo foi desenvolvido.

 “Visto os elevados níveis de desperdício de alimento em toda a cadeia de distribuição e os índices de insegurança alimentar, trabalhamos na utilização da tecnologia como ferramenta para amenizar esse problema. Desenvolvemos um aplicativo, chamado “De Grão em Grão”, que conecta potenciais doadores, receptores e transportadores de alimentos excedentes.”, afirma, Braga.

O app funciona como um intermediador do contato entre potenciais doadores e receptores de alimentos. Segundo os estudantes, o objetivo é permitir que comerciantes do ramo varejista anunciem doações de alimentos que perderam seu valor comercial, mas que ainda estão em condições de consumo, assim como informar quais são as instituições sociais que necessitam de doações e que possam captar esses alimentos. O programa também oferece a possibilidade de usuários se cadastrarem como voluntários para efetuar o transporte de doações que necessitam de um transportador.

Ainda não disponível para o público, os discentes estão aguardando a etapa de validação das funcionalidades do app. A previsão é de estar disponível na plataforma Play Store nos próximos meses.