Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Francisco Beltrão > Diálogos sobre Saúde Mental
conteúdo

Notícias

Diálogos sobre Saúde Mental

Licenciatura em Informática inicia o semestre 2021/2 abordando o Setembro Amarelo
publicado: 01/10/2021 18h54 última modificação: 01/10/2021 18h54

Aconteceu na terça-feira, 28/09/2021, a aula inaugural do semestre 2021/2 do Curso de Licenciatura em Informática do Campus Francisco Beltrão. O segundo semestre letivo de 2021 começou em setembro, mês da campanha de prevenção ao suicídio “Setembro Amarelo”. Dessa maneira, o curso deu as boas vindas a todos com o tema “Diálogos sobre Saúde Mental”. Mais de 100 pessoas participaram do evento.

Estudantes e docentes reuniram-se virtualmente com profissionais da psicologia para debater o tema. O evento, organizado pela coordenação do curso, contou com a colaboração da Professora Maici Duarte Leite e do Professor Wellton Costa de Oliveira. Dividido em dois momentos, iniciou-se com uma palestra com as psicólogas Danieli Gaspari Skowronski e Gabriela Innocencio.

Na segunda parte, a atividade foi direcionada para que houvesse a oportunidade de tratar da especificidade dos dois públicos. Professoras, professores e palestrantes dialogaram sobre a saúde mental e a atuação docente. Já os estudantes participaram de uma conversa, mediada pela psicóloga Paula Spiazzi Bottega Cichoski, servidora da Universidade, sobre as questões próprias do corpo discente. Os estudantes também receberam orientações sobre o atendimento da Universidade e os encaminhamentos em casos de necessidade de acompanhamento profissional.

Após a atividade, o retorno foi bastante positivo. A psicóloga Paula afirmou: “Fico imensamente feliz por termos no nosso campus este tipo de ação, que trata sobre saúde mental. Proporcionar reflexões acerca deste tema são muito importantes, pois incentivam o olhar para si, para o autocuidado, principalmente, em um momento tão delicado como é a pandemia.”

O corpo docente também avaliou a atividade. Para a professora Daiane da Silva Lourenço, “Parar para conversar sobre a saúde mental dos professores da instituição é urgente. Como temos muita demanda de trabalho, muitas vezes não percebemos que estamos adoecendo e também não paramos para conversar sobre essas questões com colegas de trabalho, os quais podem estar passando pelas mesmas dificuldades e também precisando conversar.”

Na mesma direção, o professor Paulo Junior Varela disse que "o acompanhamento psicológico dos docentes e discentes é de extrema importância, pois muitas vezes não sabemos o que acontece com as outras pessoas, e nem mesmo com nós. Nesta pandemia e com o trabalho remoto muitas questões ligadas ao psicológico e emocional afloraram, e com isso, desencadeando diversas situações. Então é de suma importância discussões dentro na Universidade que visem a fortalecer a saúde mental de servidores e alunos."

O estudante Fernando T. Boelter acrescentou “A pandemia foi o início para enfrentar novos desafios. Procurar ajuda torna o processo mais fácil. Saúde mental é tudo”.

A atividade foi fundamental para lembrar a servidores e estudantes o quão necessário é cuidar de si e também estar atento aos cuidados com o outro.