Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Covid-19 > Plataforma criada na UTFPR monitora avanço da Covid-19
conteúdo

Notícias

Plataforma criada na UTFPR monitora avanço da Covid-19

Ciência dos Dados

publicado: 15/07/2020 18h48 última modificação: 15/07/2020 19h15
Exibir carrossel de imagens Painel Covid-19 aprensenta dados da pandemia no Paraná (Imagem: Freepik)

Painel Covid-19 aprensenta dados da pandemia no Paraná (Imagem: Freepik)

Com o objetivo de monitorar os avanços do novo coronavírus (Covid-19) no Paraná, pesquisadores da UTFPR do Câmpus Santa Helena criaram uma plataforma de data science e inteligência artificial que apresenta um panorama completo da pandemia no estado. O Painel Paraná Covid-19 tem entre os seus diferenciais a disponibilização de dados inéditos e personalizados por localidade de análise.

A plataforma foi desenvolvida a partir de técnicas das áreas de ciência dos dados e inteligência artificial e permite, por exemplo, visualizações que mostram o impacto e estimam a previsão dos dados para as próximas semanas. Segundo os pesquisadores, com as  informações do painel, é possível compreender melhor a situação do novo coronavírus no estado e tomar decisões assertivas no combate à doença.

"Hoje, temos a plataforma de dados mais completa do estado e uma das melhores do país. As pessoas podem acessar e descobrir o impacto real da Covid-19 e quais as previsões para os próximos dias. Nós temos a ferramenta ideal para gerar tomadas de decisão assertivas no combate ao vírus e enviar aos órgãos competentes [as informações necessárias], não permitindo que essa tarefa complexa seja feita no escuro em relação aos dados", explica Thiago França Naves, coordenador do projeto.

Plataforma apresenta panorama da doença no estado (Imagem: Reprodução)
Plataforma apresenta panorama da doença no estado (Imagem: Reprodução)

Os dados apresentados vão desde os casos confirmados, óbitos e recuperados até o quantitativo de leitos ocupados por macrorregião do estado.

A plataforma entra, agora, em sua terceira fase de desenvolvimento, quando os municípios com maiores incidências de casos serão monitorados pelas suas regiões e pela taxa de reprodução efetiva do vírus; dados que serão correlacionados às ações de combate realizadas. “Assim, será possível mensurar quais ações tiveram impacto positivo ou não, direcionando de forma personalizada as ações de combate, de acordo com o perfil de contaminação daquele município”, completa Naves.

A plataforma foi desenvolvida pelo Laboratório de Aprendizado de Máquinas e Imagens Aplicados à Indústria (Lamia) e conta ainda com a participação dos pesquisadores Anderson Brilhador e Arlete Terezinha Beuren. O projeto é um dos contemplados no edital de fomento UTFPR-MEC de combate à Covid-19. Tanto o projeto quanto o seu código estão disponíveis para acesso livre no repositório Github.