Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pato Branco > Covid-19
conteúdo

Notícias

Covid-19

UTFPR entregou 1.300 protetores faciais, impressos em 3D, à Instituições e profissionais da área de Saúde de Pato Branco e região
publicado: 22/05/2020 16h48 última modificação: 22/05/2020 18h13

Desde o último mês de março, momento em que se evidenciou a disseminação das informações relacionadas à pandemia causada pelo Covid-19 em nosso País, um grupo de trabalho, integrado por professores, alunos e representantes de instituições parceiras da UTFPR, Câmpus Pato Branco, vem desenvolvendo um trabalho incessante de impressão de equipamentos de proteção individual (EPIs), utilizando impressoras 3D.

Na manhã desta quinta-feira, 21, na sala de reuniões da UTFPR, aconteceu mais uma etapa de distribuição dos protetores faciais aos representantes das instituições de Saúde. Na oportunidade foram entregues mais 366 unidades, sendo: SAMU, de São Lourenço do Oeste – SC, (17 unidades); SAMU de Pato Branco (100 unidades); Secretaria Municipal de Saúde  de Clevelândia (200 unidades); e Polícia Rodoviária Estadual de Pato Branco (49 unidades).

Desde o início da realização dos trabalhos, 1.300 protetores do mesmo formato e padrão, destinados a proteger aqueles que precisam ir a campo para prestar serviços essenciais durante o enfrentamento ao novo coronavírus, já foram produzidos e distribuídos, favorecendo aproximadamente 23 instituições (hospitais, clínicas, Secretarias Municipais de Saúde, Vigilância Sanitária, Polícia Rodoviária Estadual, Lar dos Idosos, Assistência Social, e 65 profissionais liberais da área de saúde, abrangendo cinco municípios do Sudoeste do Paraná (Clevelândia, Chopinzinho, Coronel Vivida, Francisco Beltrão e Pato Branco) e dois do Oeste de Santa Catarina (Galvão e São Lourenço). A estimativa final do grupo, visando atender às demandas apresentadas pelas instituições, é a confecção de 1.800 unidades. No ritmo de produção que está sendo seguido, a previsão é de cumprir essa meta em mais três semanas.

O coordenador desta atividade e professor do departamento acadêmico de Informática (Dainf), do Câmpus Pato Branco, Fábio Favarim, destaca que “a iniciativa é realizada integralmente como ação voluntária”. Ele explica que, desde a primeira etapa da ação “estão envolvidos, aproximadamente 15 pessoas e, no momento, estão contando com sete impressoras de baixo custo, as quais ficam em produção contínua”. Outro detalhe é que para supervisionar o funcionamento das impressoras, três delas estão instaladas em sua própria residência, sendo uma da UTFPR, uma cedida pela FIEP e outra adquirida com recursos de uma vaquinha entre amigos, a maioria professores da UTFPR. Segundo ele,após a conclusão do projeto esta impressora será doada para a Universidade”. No mesmo formato de trabalho, outras duas impressoras estão na residência do professor do Dainf, Vinicius Pegorirni, mais uma no Parque Tecnológico e outra na empresa Adizel.

Em relação à dinâmica de confecção, Favarim descreve que “para imprimir e montar uma unidade, leva em média duas horas”. A produção consiste na fabricação de suportes por impressão 3D para a montagem de viseiras de acetato ou PVC cristal e elástico”. O professor explica que “parte da matéria-prima foi disponibilizado pela Instituição, mas nesta segunda etapa, especialmente, contaram com matéria-prima (filamento e acetato) doados por empresas e pela comunidade externa”, relatou. 

Para o docente, a ação é importante porque “o produto agrega um diferencial por ser reutilizável, mediante a adoção de cuidados na correta higienização”, destacou. Esse tipo de protetor é muito utilizado por profissionais da área da saúde para formar uma barreira física extra, que evita o contato de elementos contaminantes com a face.

Na avaliação do diretor de Relações Empresariais e Comunitárias (Direc), professor Neimar Follmann, “é uma importante iniciativa dos servidores e alunos do Câmpus em prol da sociedade. Trata-se de uma ação de extensão que envolve parcerias, tecnologia, gestão e senso de pertencimento à sociedade”. Para o diretor, “esse momento de pandemia tem fortalecido a imagem da UTFPR frente à comunidade e ao empresariado, parceiros nessa ação”. Além disso, outro viés que se evidencia é o fortalecimento da capacidade de engajamento e agilidade na busca de soluções e atendimento às demandas. “Tenho a certeza de que após a pandemia muita coisa em nosso cotidiano será diferente, entre elas nossa capacidade de gerar soluções para a comunidade em velocidade cada vez maior”, declarou Neimar.

A viabilidade deste projeto é um exemplo dessas parcerias firmadas entre o Câmpus Pato Branco e as Instituições e Empresas: Adizell Desenvolvimento de Softwares, Atlas Eletrodomésticos, Compre3D, Inplasul Embalagens, Prefeitura Municipal de Pato Branco, Sistema FIEP, Tesserato, e Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social (IRDES).

Esta iniciativa se soma a mais outras 17 ações voluntárias em execução no Câmpus Pato Branco para auxiliar no enfrentamento à pandemia e a outras que ainda serão realizadas.

 

Iniciativas voluntárias em andamento no Câmpus Pato Branco

1 - Desenvolvimento de ventilador pulmonar de baixo custo, em parceria com o Câmpus Curitiba;
2 - Produção de 700 litros de Água Destilada (para produção de álcool 70%);
3 - Grupo de Voluntários - UTFPR em Inter(Ação). Auxiliar nas demandas da comunidade interna e externa, como por exemplo: Elaboração de material informativo impresso para entregar junto com as máscaras orientando sobre o uso e a forma correta; Confecção de máscaras de pano para doação aos funcionários terceirizados do Câmpus; Transmissão simultânea (live), com ênfase na  temática "Como o isolamento social te afeta", dia 01.05, às 16 horas, via Instagram oficial do Câmpus; Recolhimento de mantimentos não perecíveis, tais como: caixas de leite; macarrão; arroz; feijão, assim como, agasalhos, roupas para crianças, cobertores, etc.; Doação de Máscaras de tecido ao Remanso da Pedreira
4 - Divulgação nas redes sociais e canais oficiais da Instituição de um material intitulado "Saúde mental em tempos de coronavírus";
5 - Clube de Leitura Virtual;
6 - Doação de recursos para o Lar dos Idosos  (R$ 700,00 arrecadados);
7 - Oferta de cursos gratuitos on-line e certificados pela Cisco Systems;
8 - Professores de Química, ensinam receita de sabão glicerinado (vídeo tutorial);
9 - Brincando e aprendendo  - Projeto “Divulgando Astronomia através das Mídias Digitais”;
10 - Modelo estatístico coordenado por Professor do Câmpus Pato Branco, estima e divulga, diariamente, no Jornal Diário do Susoeste, de Pato Branco, o número de casos acumulados de Covid-19 no Estado do Paraná;
11 - Pesquisa online “Inventário de Ações Desenvolvidas pela UTFPR no Enfrentamento da Pandemia COVID-19”;
12 - Grupo de servidores e estudantes propõe Inv;entário de Projetos e Ações Desenvolvidos pela UTFPR no Enfrentamento da Pandemia COVID-19
13 -  Pesquisa de mercado para oferta de treinamentos;
14 - Vídeo com dicas  de Organização e Planejamento de Estudo. Imagens resumidas do conteúdo do vídeo;
15 - Pesquisa empregando modelos matemáticos e inteligência artificial (AI) coordenada por pesquisadores estima casos futuros de COVID-19;
16 -  Pesquisa Análise das condições biopsicossociais dos alunos da UTFPR Câmpus Pato Branco no período da pandemia do coronavírus;

17 - Projeto de Extensão "Máscaras Caseiras Descartáveis para a Prevenção da Covid-19".

 

 Ações Sistêmicas da UTFPR

A UTFPR realiza 107 projetos para auxiliar no enfrentamento do coronavírus, que já chegaram a beneficiar 43 municípios do Paraná e de Santa Catarina.

Foram produzidos 2.185 litros de álcool 70%, 2.185 litros de materiais sanitizantes3.604 máscaras de tecido e 3.699 proteções faciais. As doações foram realizadas para hospitais, orfanatos, cooperativas de coleta seletiva, unidades de saúde, grupos de segurança pública e outros estabelecimentos de serviços essenciais. Também foram distribuídas 862 cestas básicas para estudantes, funcionários terceirizados e pessoas de baixa renda.

Além disso, a Reitoria da Universidade está investido R$1,2 milhão em 25 projetos, selecionados por meio de editais. A ideia é impulsionar o desenvolvimento de ventiladores pulmonares de baixo custo e de soluções para descontaminação e desinfecção; a fabricação em larga escala e a criação de novos de EPIs; e a elaboração de plataformas de monitoramento, divulgação e até de incentivo a ações solidárias. Em Dois Vizinhos, a Universidade firma parcerias para implantar um Laboratório de Biologia Molecular para fazer detectar casos de Covid-19 na região Sudoeste do estado.

Também são arrecadados recursos, em parceria com a Fundação da Universidade (Funtef-PR) e o Instituto Federal do Paraná (IFPR), para demandas da Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa-PR). Nesta ação, já foram adquiridas duas peças para reparo de dois respiradores para a Santa Casa de Irati (PR).

Outras ações seguem nos 13 câmpus da UTFPR, com a ajuda de alunos, professores, técnicos-administrativos, pesquisadores e membros da comunidade externa.

Para acompanhar essas iniciativas, siga a página da UTFPR no combate à Covid-19.