Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pato Branco > III Simpósio Paranaense de Fruticultura
conteúdo

Notícias

III Simpósio Paranaense de Fruticultura

Programação será voltada às inovações para a fruticultura, visando o desenvolvimento sustentável da fruticultura paranaense e sul-brasileira
publicado: 24/10/2017 15h51 última modificação: 03/11/2022 17h37

A UTFPR - Câmpus Pato Branco e a Associação dos Engenheiros Agrônomos, em conjunto com as instituições parceiras, realizarão o III Simpósio Paranaense de Fruticultura, de 21 a 23 de novembro, no Centro Regional de Eventos de Pato Branco (PR).

O evento tem como objetivo apresentar as inovações e fomentar o debate de temas importantes para os participantes, visando o desenvolvimento sustentável da fruticultura paranaense e sul-brasileira.

O Simpósio Paranaense de Fruticultura se configura como uma oportunidade de difundir informações e efetuar troca de experiências entre os atores da fruticultura do Estado e auxiliar os estudantes de Agronomia a se prepararem na área da fruticultura para o mercado de trabalho.

Na oportunidade, será apresentada a técnica de atmosfera dinâmica para conservação de frutas; diversas novas cultivares como: de pessegueiro desenvolvidas no Uruguai, para regiões com alto acúmulo de frio do Paraná, e cultivares de pessegueiro desenvolvidas no Brasil, para regiões do Paraná com médio e baixo acúmulo de frio; de videira para consumo in natura e suco; de citros sem sementes para consumo in natura; e de macieira desenvolvidas para aumentar o tempo de colheita e a resistência a doenças. Além disso, na programação, estima-se fomentar o uso das videiras muscadíneas melhoradas nos EUA e introduzidas no Brasil; e o uso de frutas nativas para produção de derivados e produção de mudas para comercialização. Os especialistas irão demonstrar a prática de enxertia de mesa de videira para antecipar em um ano a formação de mudas e experiências no Uruguai com uso de mecanização na fruticultura, para reduzir uso de mão-de-obra e a penosidade dos trabalhos de raleio e poda de fruteiras, bem como expandir o uso destas técnicas inovadoras na fruticultura paranaense.

Segundo o professor Moeses Andrigo Danner, presidente da Comissão Organizadora, “a fruticultura paranaense apresenta elevada competitividade e diversificação, devido aptidão para diversas espécies frutíferas, pois apresenta regiões com clima subtropical (mais frio) e outras com clima tropical. Além disso, o Paraná não é autossuficiente na produção da maioria das frutas de clima temperado e importa grande quantidade do Chile e Argentina”,  considerou.

Para os organizadores o III Simpósio Paranaense de Fruticultura “será um fórum importante de discussão das pesquisas e aplicações em fruticultura, desenvolvidas por instituições de ensino e pesquisa paranaenses e experiências de outros estados brasileiros e de outros países (Uruguai, China e Alemanha), de forma a fortalecer a fruticultura estadual. Os temas das palestras e debates serão voltados às inovações para a fruticultura, visando superar os problemas enfrentados na fruticultura paranaense”, destacou Moeses.

Além das diversas atividades como as palestras com pesquisadores do Brasil, Uruguai, Alemanha e China, os participantes do Simpósio também terão a oportunidade de adquirir e provar produtos orgânicos, produzidos por agroindústrias de associações de agricultores, tais como: polpa de frutas nativas, picolés de frutas nativas, massas com frutas nativas (croquete de pinhão, pastel de frango com butiá, etc), suco de uva, geleias de várias frutas, entre outros. Na oportunidade, pesquisador da Alemanha falará sobre conservação de frutas em ‘atmosfera dinâmica’.

O público-alvo são agrônomos, fruticultores, docentes, discentes e técnicos com interesse e trabalho em fruticultura do Sul do Brasil.

As inscrições podem ser feitas antecipadamente – no site do evento (www.fruticulturaparanaense.com.br), até 13 de novembro, com custo de R$ 60,00 a R$ 70,00 para alunos e agricultores e R$ 120,00 para profissionais ou também no primeiro dia do evento (21 de novembro). Há a possibilidade de se inscrever em apenas um dos dias do evento, com custo de R$ 20,00 a ser pago no local do evento.

O evento terá início às 8h, do dia 21, com a abertura oficial as 08h40min.

Confira a programação completa.

A iniciativa está sendo organizada com o apoio das seguintes instituições: Prefeitura Municipal de Pato Branco, Embrapa, IAPAR, EMATER, UNICENTRO, UFPR, UNIOESTE, UEPG e NEA Sudoeste do Paraná.

Atualizado em 24/10/2017 

Assessoria de Comunicação

Acompanhe as notícias do Câmpus Pato Branco também no Facebook.