Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

Neste momento de transição, algumas atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Destaque

Aluno de Agrimensura fica entre os 50 melhores colocados na XIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

É comum em alguma fase de nossas vidas sonharmos em ser astronautas, chegar às estrelas, conhecer outros planetas, mas em algum momento da vida esse sonho fica para trás.

Estudar e compreender astronomia interessa a poucos, mas para quem se dedica e realmente busca chegar longe, bem longe, consegue se destacar, assim como Eduardo Dutra de Araújo Silva, aluno do 3º ano do curso Técnico Integrado em Agrimensura do Campus Pato Branco, que se classificou junto aos 50 melhores colocados, na XIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica – OBA, entre 780 mil estudantes de todo o país.

A OBA é organizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira, a Agência Espacial Brasileira e FURNAS Centrais Elétricas S/A, com o objetivo fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia e pela Astronáutica e ciências afins, além de promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa, mobilizando nacionalmente alunos, professores, coordenadores, diretores, pais, escolas, planetários, observatórios municipais e todos os interessados na área.

A prova, contendo questões que envolveram conceitos de Astronomia e Astronáutica, foi realizada no Campus, em uma única fase, no dia 14 de maio. A participação na OBA é voluntária e não há obrigatoriedade de número mínimo ou máximo de alunos.

O coordenador do Curso Técnico em Agrimensura, professor Claudinei Rodrigues de Aguiar, afirmou que o aluno Eduardo deixou todos orgulhosos pelo desempenho na OBA e ressaltou que também se deve enaltecer a todos que participaram e tiveram bons resultados. “Os resultados obtidos pelos nossos alunos, em especial o Eduardo, mostra a qualidade de ensino proporcionada pelos professores do Curso Técnico de Agrimensura. Além disto, a nossa Instituição tem um papel fundamental ao proporcionar aos professores e alunos a estrutura necessária para que o potencial destes seja trabalhado plenamente. Também devemos ressaltar o trabalho das professoras Clementina Verginia Andreolla e Solange Pizzolato Balena que foram responsáveis pela realização da Olimpíada aqui em Pato Branco e possibilitaram mais esta experiência aos alunos”, complementa o coordenador.

A professora Clementina Verginia Andreolla, coordenadora da OBA no Campus, afirma que “a conquista do Eduardo vem, além de divulgar a instituição, incentivar outros alunos a participarem dos eventos que são promovidos pela Instituição em âmbito nacional. Considero a OBA um evento de suma importância no que se refere à divulgação e estímulo aos conhecimentos de astronomia, pois, a partir do acesso ao conhecimento correto sobre essa ciência, muitos mitos são 
derrubados
.”

Por estudar em escola pública e ter obtido uma boa colocação, Eduardo e a professora Clementina participarão da VI Jornada Espacial, que acontecerá em São José dos Campos, no estado de São Paulo, entre os dias 26 de setembro e 02 de outubro de 2010, com todas as despesas custeadas pela Agência Espacial Brasileira.

Aluno e professores envolvidos na XIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

Ações do documento