Aviso: Você está visitando a nossa página antiga, por isso algumas informações podem estar desatualizadas.

Para saber mais sobre a Instituição, acesse o novo Portal da UTFPR

Você está aqui: Página Inicial patobranco Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias 2010 Campus Pato Branco doa agasalhos para instituições do Paraná e Santa Catarina

Campus Pato Branco doa agasalhos para instituições do Paraná e Santa Catarina

Solidariedade. Esse foi o principal gesto demonstrado pelos servidores e alunos do Campus Pato Branco ao colaborarem, de forma significativa, com duas campanhas de coleta de agasalhos, que aconteceram paralelamente no Campus nos meses de maio e junho. As campanhas arrecadaram cerca de 1300 peças de roupa, que serão doadas para instituições sociais de Pato Branco e de cidades catarinenses.

Infância e terceira idade
Uma das campanhas foi organizada pelo Grupo Comunidade Integrada na Multiplicação de Conhecimentos (CIMCO), juntamente com o Diretório Central dos Estudantes (DCE). A campanha, que encerra no próximo dia 30, até o presente momento arrecadou cerca de 700 peças de roupa, que serão doadas para a Casa Abrigo de Pato Branco e o Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, entidades que atendem crianças e idosos em tempo integral.

Conforme frisa a Assistente Social do Campus Pato Branco, Ivana Aparecida Weissbach Moreira, “é importante lembrarmos que a infância e a terceira idade são as duas fases da vida que mais sofrem com baixas temperaturas e que, dessa forma, precisam de atenção e cuidados especiais”.
Além da fronteira
A outra campanha foi desencadeada pela Coordenação de Engenharia Elétrica e organizada pela professora Maria de Lourdes Sant’Ana Dal Molin, que, anualmente, mobiliza os professores e alunos do curso a doarem agasalhos, cuja arrecadação, geralmente, é destinada à instituições sociais da região Sudoeste do Paraná. Contudo, nesta edição da campanha, as 600 peças arrecadadas serão destinadas para instituições de Santa Catarina, pois, para a professora Maria, “é necessário identificar as localidades onde está a necessidade”. Dessa forma, “parte das doações irão para o Centro Regional de Assistência Social (CRAS) da cidade de Ipuaçu. O restante será entregue ao Rotary Club de São Domingos”, frisa a professora.
A cada dez peças de roupas doadas, os alunos ganharam dez pontos em atividades complementares. Mas, para a professora Maria, o principal motivador das doações foi a consciência dos alunos, pois, “anualmente, nota-se o aumento nas doações, o que significa que a solidariedade é despertada e intensificada a cada campanha”, salienta.

Ações do documento