Aviso: Você está visitando a nossa página antiga, por isso algumas informações podem estar desatualizadas.

Para saber mais sobre a Instituição, acesse o novo Portal da UTFPR

Você está aqui: Página Inicial patobranco Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias 2010 Livro “Muito Além do Jardim” é lançado no Campus Pato Branco

Livro “Muito Além do Jardim” é lançado no Campus Pato Branco

O livro faz referência à dimensão do programa Universidade Sem Fronteiras
Livro “Muito Além do Jardim” é lançado no Campus Pato Branco

Lygia Lumina Pupato, autora do livro Muito Além do Jardim

É com imagem e poesia que Lygia Lumina Pupatto relata na obra “Muito além do jardim” o processo de implantação do Programa Universidade Sem Fronteiras no Paraná. O lançamento do livro está ocorrendo em Universidades públicas do Paraná e aconteceu na UTFPR - Campus Pato Branco, na manhã de hoje, dia 18. Na ocasião, estiveram presentes docentes e alunos do Campus, além de integrantes da comunidade externa e imprensa local.
No lançamento, Lygia, através da experiência que adquiriu enquanto docente da Universidade Estadual de Londrina e ex-Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), discorreu sobre a sua trajetória na docência e na política. Para isso, relatou o papel e a situação atual da tecnologia inserida no ensino superior no Brasil e no Estado do Paraná. “Graças às fundações de fomento e ao Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), foi possível aumentar os investimentos para custear os projetos científicos, projetos de extensão, bolsas de mestrado e doutorado”, frisou Lygia.
O livro
O título do livro, “Muito Além do Jardim”, faz referência à dimensão do programa Universidade Sem Fronteiras. Nele, Lygia convida o leitor a correr os olhos sob um livro bem ilustrado, cujas páginas recebem textos leves, de fácil compreensão, e que dividem espaço com versos poéticos. A obra, além de ser o relato pessoal da autora, enquanto uma das idealizadoras do Programa Universidade Sem Fronteiras, traz, também, o depoimento de pessoas que participaram de alguma maneira do programa, seja na elaboração, implantação, ou que foram beneficiadas pelos projetos e pesquisas que o compõem.
Para uma Instituição de Ensino Superior ser considerada “Universidade”, ela deve praticar o segundo tripé: ensino, pesquisa e na extensão. E foi a partir desse pensamento que Lygia salienta a importância das Universidades públicas no desenvolvimento social, através da execução de projetos de extensão. Para isso, Lygia usou como exemplo o programa Universidade Sem Fronteira, tema do livro.
O Programa
O Programa Universidade Sem Fronteiras começou a ser executado no estado do Paraná em 2007, cuja elaboração e desenvolvimento é desencadeado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, em parceria com as Universidades e faculdades, institutos de pesquisa, ONGs e prefeituras. Os projetos de pesquisa que compõem o Programa visam atender as necessidade de pequenos empresários, mulheres, associações comunitárias, quilombolas, pescadores e outras comunidades tradicionais. Outro público-alvo do Programa são os pequenos agricultores, tendo em vista que a economia do Paraná é agrícola e composta em grande parte por agricultores familiares.
Esse é o maior programa de extensão do Brasil, em termos de investimento, de número de pessoas envolvidas e, principalmente, pela sua abrangência geográfica. Contudo, a autora reforça: “Além dos números, deve-se resgatar as questões subjetivas do resultado desse programa, pois nele, as Instituições além de contribuir com pesquisas tecnológicas, praticaram o papel de contribuir com o desenvolvimento das regiões onde elas estão inseridas”. Lygia revelou, ainda, que a viabilidade da aplicação do Programa está sendo discutida por países como França e Uruguay.

Ações do documento