Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

As atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Sustentabilidade

Professor utiliza bicicleta elétrica como meio de transporte para se deslocar até a UTFPR

O Professor do Departamento Acadêmico de Matemática, do Câmpus Pato Branco, Jorge Roberto Grobe, aderiu a ideia da bicicleta elétrica como meio de transporte, pois além de ser compacta, ela é sustentável, prática, econômica e saudável. “A ideia surgiu de minha esposa que queria comprar uma bicicleta elétrica para podermos ir trabalhar e passear”, revela o professor.

O motor da bicicleta é movido através de energia elétrica de baixo custo, não emitindo nenhum tipo de poluente. As bicicletas elétricas também possuem conforto, já que o motor elétrico ajuda na pedalada, oferecendo um menor esforço.

Para o professor Jorge, o funcionamento da bicicleta elétrica com tração do motor na roda traseira ajuda o pedal a ficar mais “leve” em uma subida ou em um trajeto plano, mas ainda existe outro meio alternativo que pode-se utilizar o acelerador (diminui a autonomia da bateria) dependendo do aclive”.

Além disso, destaca-se que, o custo de uma bicicleta elétrica é de R$ 0,01/km (um centavo o km), com uma autonomia de 40 km a 50 km e a velocidade em um trajeto plano não ultrapassa de 25 km/hora.

O Professor avalia que, a opção utilizada para seu deslocamento é “um meio de transporte alternativo, e tem algumas vantagens como manutenção “barata”, não polui na forma sonora e não emite gás carbônico”, porém, enfrenta algumas limitações. “Utilizo a bicicleta elétrica para vir ao trabalho na UTFPR, em um percurso de 4,8 km com tempo aproximadamente de 15 minutos. Mas ainda em Pato Branco têm-se algumas dificuldades para andar de bicicleta. Não tem ciclovia (somente na zona sul) e falta espaço principalmente na avenida para os ciclistas. Pelo que percebo alguns motoristas respeitam o ciclista mesmo com alguns problemas vinculados à bicicleta. Acredito que ainda é um meio de transporte seguro e sustentável para o planeta”.

Histórico da bicicleta

Diversos veículos surgiram com duas e quatros rodas transmitidos por corrente, alavanca e outros dispositivos por volta dos séculos XV e XVI. No século XVIII o conde Sivrac da França idealizou o celífer ou celerífero (carrinho rústico para uma pessoa). Somente a partir do século XIX (1816) foi adaptado um guidão. No século XIX houve algumas inovações na bicicleta até a colocação de pedal que no inicio não possuía. E apenas no final do século XIX, no ano de 1898 é que a bicicleta chegou ao Brasil, portanto já faz 114 anos que a bicicleta vem fazendo parte de várias gerações. (Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/bicicleta/historia-da-bicicleta.php).