Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

As atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Você está aqui: Página Inicial patobranco Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias 2014 Fevereiro Professora recebe Prêmio Latino-Americano de Excelência, em Rosário (AR)

Professora recebe Prêmio Latino-Americano de Excelência, em Rosário (AR)

A professora da UTFPR – Câmpus Pato Branco, Neri França Fornari Bocchese, no final do último ano, esteve em Rosário (AR) para recebero Prêmio Latino-Americano de Excelência, decorrente doIntercâmbio Cultural Brasil – Argentina.

O intercâmbio foi idealizado por Rachel Levkovits e promovido pelos municípios argentinos de Rosário e San Lorenzo, com o apoio de instituições parceiras como a Academia Brasileira de Médicos Escritores (ABRAMES), Academia de Letras de Goiás (ALG) e a Associação Internacional de Escritores e Artistas (LITERARTE).

O prêmio foi concebido com o objetivo de promover um intercâmbio cultural que pudesse reconhecer a público, artistas que se destacam no Brasil, Argentina, Angola e Uruguai. O evento foi realizado na casa de cultura Villa Hortência.

Durante o evento foram homenageados 42 escritores, com entrega de certificados, medalhas e catálogos.  A prefeita de Rosário, Mónica Fein e o prefeito de San Lorenzo, Leonardo Raimundo, também receberam menção.

A homenageada patobranquense atribui sua indicação por contribuir com a promoção de trocas culturais entre argentinos, angolanos e uruguaios e destaca que “cada laureado foi escolhido pelos serviços relevantes ao longo de suas carreiras e atividades intelectuais, profissionais, culturais e sociais realizadas em seus respectivos países”.

Retomando as atividades letivas no Câmpus Pato Branco, Neri declara orgulhosa: “Receber uma premiação é importante. Porém, quando essa premiação vai além da região a qual você pertence, é muito bom. Ser escolhida entre quatro países me trouxe a certeza que muitos leem o que escrevo. Mais ainda, acompanham o meu trabalho cultural em Pato Branco. A premiação não é só pessoal, envolve a família, a comunidade acadêmica, a cidade a que se pertence, a universidade onde trabalho e o País que é a minha Pátria”.

A professora, escritora e pesquisadora, também preside a Academia de Letras e Artes de Pato Branco (ALAP) e faz parte do Núcleo Acadêmico de Buenos Aires, indicada pela LITERATE.

Certificado

Atualizado em 11/02/2014.