Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

Neste momento de transição, algumas atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Você está aqui: Página Inicial patobranco Estrutura do Câmpus Assessorias Assessoria de Comunicação Comunicação e Imprensa Notícias 2017 Março A Judicialização da Política em países democráticos foi tema da palestra promovida pelo DCE

A Judicialização da Política em países democráticos foi tema da palestra promovida pelo DCE

No último dia 20, no anfiteatro do Câmpus Pato Branco, aconteceu a palestra “A Judicialização da Política em países democráticos”, promovida pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) e, proferida pelo juiz federal, Pedro Felipe Santos.

Na oportunidade, o juiz que é mestre pela universidade de Harvard e estudioso do tema, falou o que é a judicialização segundo as suas pesquisas: “é a transferência consciente por parte de atores sociais e políticos, de determinadas controvérsias, de determinados conflitos do espaço político, do espaço democrático para o poder judiciário”. Para ele “o que nós vemos hoje, é uma transferência voluntária por parte das pessoas que participam do processo político de determinados conflitos”, considerou.

Em seu pronunciamento, inseriu pelo menos duas hipóteses de quais são as razões sistêmicas dessa judicialização: “a judicialização é resultado de uma disfunção sistêmica entre poderes” e “a judicialização da política virou em uma estratégia muito eficaz de minorar riscos e de atalhos também pra se obter concretização de direitos”.

Na visão do juiz, “todas as vezes em que nós tiramos prematuramente um tema do processo político e colocamos dentro do judiciário nós estamos empobrecendo a democracia, nós estamos desacreditando do processo político e nós estamos desacreditando de nós mesmos como pessoas, que podem ser capazes de construir soluções consensuais, de construir soluções que sejam dinâmicas bem mais construtivas e efetivas para os nossos problemas. Estamos pedindo a um terceiro estranho para que ele resolva um problema que ele não conhece, do qual ele nunca ouviu falar e que muitas vezes esse estranho está completamente estranho da realidade daquele problema do qual ele se depara”, externou.

A iniciativa do DCE de trazer o tema ao debate teve o intuito de fomentar a discussão política no âmbito universitário, visto que, o Brasil e várias outras democracias de todo o globo, das mais diversas matrizes ideológicas, tem vivido episódios de tensão institucional entre o judiciário e os demais poderes.

O evento contou com o apoio da UTFPR - Câmpus Pato Branco e da Seção Sindical dos Docentes da UTFPR (SINDUTF-PR).

IMG_6370.JPGIMG_6381.JPG

 

Atualizado em 28/03/2017

Assessoria de Comunicação

Acompanhe as notícias do Câmpus Pato Branco também no Facebook

Ações do documento