Aviso: O site da UTFPR está sendo reestruturado. Você está visitando a nossa página antiga.

As atualizações estão sendo realizadas na nova versão, disponível aqui

Histórico do Programa

O Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL) para o câmpus da UTFPR de Pato Branco surge de discussões do corpo docente ainda em 2010, momento em que o mesmo planejava e executava eventos científicos neste câmpus no âmbito da graduação, como é o caso das Semanas Acadêmicas de Letras, ao passo que também fortalecia seus grupos de pesquisa. Desde então, ocorreu crescimento da produção científica dos docentes que alicerçam a proposta, como se depreende das publicações em periódicos, artigos em congressos nacionais e internacionais, bem como publicação de livros de forma integral ou em capítulos. Além disso, foram aprovados no decorrer desses anos projetos na esfera nacional e internacional, tanto em pesquisa quanto em extensão, que propiciaram a coesão dos docentes e ampliaram sua capacidade de interlocução com seus pares tanto dentro da Instituição como fora dela. Em 2012, os docentes submeteram a primeira proposta de Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Letras, a qual obteve parecer favorável na maioria dos itens, com exceção dos tópicos relativos à Produtividade Docente e Estrutura Curricular, especificamente no tocante às disciplinas obrigatórias. Com vistas a uma nova submissão, ao longo de 2012 até o ano de 2014 o corpo docente de forma geral buscou atingir as metas mínimas de produção científica exigidas então pela CAPES e, com efeito, conseguiu atingi-las e até mesmo superá-las em alguns casos. Nesse sentido, foi redefinida também a estrutura curricular de forma a contemplar os apontamentos da Comissão de Área. Outrossim, cabe acrescentar que em 2013 foi aprovado o I Curso de Especialização em Letras, o qual iniciou suas atividades em 2014. Esta Pós-graduação Lato Sensu possuía linhas de pesquisa que dialogam diretamente com a proposta de Mestrado ora em curso, representando, portanto, um espaço acadêmico de discussões para o grupo proponente do Mestrado. Diante desse breve quadro histórico, compreende-se que nos últimos anos houve perceptível amadurecimento do grupo proponente do Programa de Pós-graduação em Letras, o qual foi recomendado pela Capes em dezembro de 2014.