Você está aqui: Página Inicial Pesquisa e Inovação noticias Modelo controlador de fluxo de secagem é desenvolvido no Câmpus Toledo

Modelo controlador de fluxo de secagem é desenvolvido no Câmpus Toledo

Em desenvolvimento no Câmpus Toledo, um modelo controlador de fluxo de ar de secagem visa automatização do sistema e aprimoração da eficiência dos secadores agrícolas. O foco do projeto é reduzir custos econômicos e impactos ambientais provocados por poluentes físicos e poluição sonora.

Segundo o coordenador do projeto Evandro Kolling, espera-se, com isso, modificar as características técnicas e operacionais dos secadores, tornando o sistema automatizado em pelo menos uma de suas variáveis funcionais. “O desenvolvimento passará pela programação de modelo que, a partir da entrada de dados, tomará decisões acerca do processo. Assim, essa alimentação de dados exigirá maior atenção ao processo de secagem, qualificando a mão de obra envolvida nessa operacionalização”, explica.

Além da melhora na eficácia da secagem e redução das perdas de qualidade do produto, o projeto possui também diferenciais econômicos e ambientais. “O conhecimento técnico e operacional das etapas, dos equipamentos e do processo pode constituir diferenciais qualitativos e econômicos nas tomadas de decisão, repercutindo na racionalização dos sistemas, contribuindo com a sustentabilidade”, comenta Kolling.

Com a colaboração de dois alunos do curso de Engenharia Eletrônica, o estudo já dispõe de dados de campo e se encontra na fase de conclusão do modelo programado de tomadas de decisão e da interface do sistema. Ainda é necessária a realização de simulações com o sistema para validá-lo tecnicamente, e, de acordo com o coordenador, o protótipo elaborado dará subsídio para o desenvolvimento de um produto com fins comerciais.

Atualizado em 17/10/2016

Ações do documento

registrado em: