Home
/
Apresentação

Apresentação

Publicado 12/6/2017, 3:06:50 PM, última modificação 3/5/2024, 3:30:01 PM

O Curso de Licenciatura em Química

O Curso de Licenciatura em Química do Câmpus Curitiba está entre os melhores cursos de licenciatura em Química do estado do Paraná. Com um Projeto Pedagógico atualizado, engloba na formação acadêmica do discente novas metodologias de ensino que possibilitam ao licenciado uma formação abrangente, interdisciplinar e contextualizada, características imprescindíveis ao educador do futuro. Agora a aplicação de tecnologias de ensino voltadas ao aprendizado são componentes fundamentais do curso, com unidades curriculares focadas em passar o novo modo de ensinar sem deixar de lado o fundamental, o conhecimento da química.

O profissional do ensino de química da UTFPR-CT é por exelência um químico tendo a possibilidade de habilitações junto co CRQ. De acordo com a Resoluição Normativa nº 36/1974-CFQ "... o Licenciado em Química é um profissional com currículo de “Química” e atribuições profissionais de números 1 a 7".
O elenco de atividades para exercício profissional do Químico é:
01 - Direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e responsabilidade técnica no âmbito das atribuições respectivas.
02 - Assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e comercialização, no âmbito das atribuições respectivas.
03 - Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos; elaboração de pareceres, laudos e atestados, no âmbito das atribuições respectivas.
04 - Exercício do magistério, respeitada a legislação específica.
05 - Desempenho de cargos e funções técnicas no âmbito das atribuições respectivas.
06 - Ensaios e pesquisas em geral. Pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos.
07 - Análise química e físico-química, químico-biológica, bromatológica, toxicológica e legal, padronização e controle de qualidade.
O exercício do magistério na Educação Básica é atribuição específica do Licenciado em Química, podendo o licenciado também atuar no Ensino Superior.

No Projeto Pedagógico do curso de Licenciatura em Química-CT, a relação teoria-prática é considerada o principal eixo articulador da dinâmica de aprendizagem. Entende-se que um desafio a ser colocado constantemente para os estudantes, no contexto do aprendizado da química, é o de interligar os conhecimentos teóricos ao “saber-fazer”.
A licenciatura em Química proporciona condições para que o estudante se aproprie dos conhecimentos da ciência química e dos conhecimentos pedagógicos para o ensino de química, que demanda o domínio de concepções teórico-metodológicas específicas. Para isso, o licenciando vivenciará uma trajetória acadêmica que envolve desde o estudo teórico e empírico da química e dos domínios do ensino de química, oportunizado por meio da convivência com os docentes, o uso de laboratórios das diversas áreas, materiais didáticos e fontes bibliográficas fundamentais para o processo de aprendizagem e de ensino, objetivo central da formação desses profissionais.

Assim, o curso de Licenciatura em Química-CT, em consonância com a Política de Formação de Professores para a Educação Básica, assume como princípio educativo a articulação entre a teoria e a prática para a formação docente, fundada nos conhecimentos científicos e didáticos, contemplando, também, a indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão, visando a interdisciplinaridade. Dessa forma, a organização curricular, em consonância com as aprendizagens prescritas na BNCC da Educação Básica, tem o compromisso de romper com a dualidade entre a teoria e a prática, ou seja, contempla integração entre a teoria e a prática, tanto no que se refere aos conhecimentos pedagógicos e didáticos, quanto aos conhecimentos específicos de Química.

Siga o curso no Instagran da LicQuímica 

Atuação

Com base no PARECER CNE/CP 009 de 08/05/2001, que apresenta as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena, verifica-se que o Licenciado em Química deve ter formação generalista, mas sólida e abrangente em conteúdos dos diversos campos da Química, preparação adequada à aplicação pedagógica do conhecimento e experiências de Química e de áreas afins na atuação profissional como educador no ensino fundamental e médio.

Neste sentido, pode-se esperar que o licenciado em química seja capaz de:

    1. Atuar na educação especial e inclusiva (ensino de Química para portadores de necessidades especiais) e no ensino à distância;
    2. Atuar no ensino não-formal como em centros, parques e museus de ciências para a divulgação científica;
    3. Continuar sua formação acadêmica ingressando preferencialmente em cursos de Pós-Graduação nas áreas de Ensino de Química, Ciências, Educação, Divulgação Científica ou qualquer das subáreas da Química;
    4. Produzir conhecimentos relevantes para a área de Ensino de Química;
    5. Lecionar disciplinas de Química em Instituições de Ensino Superior;
    6. Desenvolver metodologias e materiais didáticos de diferentes naturezas, identificando e avaliando seus objetivos educacionais;
    7. Articular as atividades de ensino de Química na organização, planejamento, execução e avaliação de propostas pedagógicas da escola;
    8. Manter atualizada sua cultura geral, científica e pedagógica, assim como seu conhecimento técnico específico;
    9. Dominar habilidades básicas de comunicação e cooperação;
    10. Atuar profissionalmente com base nos princípios da reflexão sobre sua atuação, da pesquisa como meio de interpretar os problemas especialmente ligados ao processo ensino/aprendizagem e da ética, como base da formação para a cidadania de seus alunos.

Ficha resumida do curso

Turno: Vespertino/Noturno
Duração: 8 períodos
Carga Horária Total do Curso: 3.210 horas
Estágio Curricular: 405 horas
Vagas por ano: 22 por semestre
Titulação: Licenciado(a) em Química
Início das Atividades: 2008
Forma de ingresso: Vestibular/Sisu

Autorização e Reconhecimento

- Autorização: Resolução nº 093/2007, de 19/10/2007

- Reconhecimento: Portaria MEC nº 112/2014, de 14/02/2014

Reportar erro