Home
/
Destaques
/
Trabalho do PPGCA sobre interação de cidadãos com plataformas de grafos de conhecimento é premiado no SBSI 2023

Trabalho do PPGCA sobre interação de cidadãos com plataformas de grafos de conhecimento é premiado no SBSI 2023

Publicado 6/14/2023, 2:03:43 PM, última modificação 6/26/2023, 8:14:17 PM
O primeiro lugar como melhor pitch na Trilha de Indústria e Inovação do XIX Simpósio de Sistemas de Informação foi recebido pela Profa. Rita Berardi

Profa. Rita Berardi, do PPGCA, recebe prêmio no SBSI 2023

A professora Rita Berardi, do Programa de Pós-graduação em Computação Aplicada (PPGCA), recebeu o Prêmio de Melhor Pitch da Trilha de Indústria e Inovação do Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação (SBSI), no último dia 1º de junho. O trabalho é o resultado da dissertação de mestrado do aluno Mateus Guimarães Belizário (PPGCA) e do TCC dos alunos Leandro Berleze e João Severo (Bacharelado em Sistemas de Informação), da UTFPR campus Curitiba.

A dissertação de mestrado, intitulada “Interação de cidadãos com plataformas de grafos de conhecimento: um estudo crítico sobre perfis, funcionalidades e recursos interativos sob a luz da interação humano-dados”, teve como objetivo compreender como plataformas de interação com grafos de conhecimento podem ser desenvolvidas para permitir que pessoas sem conhecimento técnico em web semântica e grafos possam interagir e tirar proveito desses dados em cidades inteligentes.

O prêmio reconhece o trabalho como um importante avanço em pesquisas na área de Ciência de Dados e também para a sociedade. Segundo a professora Rita, “este prêmio é uma forma de reconhecer a importância de pesquisas que podem trazer, além de avanço científico, o avanço social com os resultados do trabalho feito no âmbito da universidade.” E ela complementa: “Além disso, sinaliza o sucesso da interação entre mestrandos e graduandos que muitas vezes não é facilmente praticada."

Sobre o SBSI 2023

O Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação (SBSI) é um evento realizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) através da sua Comissão Especial de Sistemas de Informação (CESI).

A 19ª edição do Simpósio foi realizada de 29 de maio a 01 de Junho de 2023, em Maceió-AL. A organização do evento ficou sob a responsabilidade do Instituto Federal de Alagoas (IFAL). A temática principal desta edição foi: “Sistemas de Informação Verdes para a Sustentabilidade Ambiental”, que remete aos desafios e reflexões inerentes às questões ambientais por exigência constante da sociedade, levando as organizações a buscarem minimizar os impactos no meio ambiente causados pela operação dos seus processos de negócios. Assim, os Sistemas de Informação Verdes referem-se à utilização de software, procedimentos e infraestrutura tecnológica para atingir objetivos ambientais na utilização de recursos computacionais de modo ambientalmente responsável.

Resumo da dissertação

Permitir que os cidadãos utilizem os dados gerados por ambientes urbanos é essencial para o desenvolvimento de cidades inteligentes, e o uso de Grafos de Conhecimento (KG) abre novas possibilidades em vários domínios. O problema é que a construção e a interação com Grafos de Conhecimento têm sido restritas à comunidade técnica, o que pode limitar uma ampla adoção deste tipo de tecnologia. Existem perfis de usuários em cidades inteligentes como administradores, planejadores urbanos e pesquisadores que poderiam fazer um uso otimizado dos dados, mas que infelizmente não podem usar este tipo de dados porque dependem de uma capacitação técnica para interagir com essas bases de conhecimento. Uma solução chave para superar este obstáculo é permitir a interação dos dados de forma coerente e legível, permitindo ao público não-especialista e não-técnico em tecnologias semânticas obter uma boa compreensão de sua estrutura. Neste contexto, os estudos da área de Interação Humano-Dados (HDI) fornecem possíveis caminhos sobre como melhorar a interação dos diferentes usuários com os dados. Assim, o objetivo da pesquisa é compreender como plataformas de interação com grafos de conhecimento podem ser desenvolvidas para permitir que pessoas sem conhecimento técnico em web semântica e grafos possam interagir e tirar proveito desses dados em cidades inteligentes. Para alcançar este objetivo foram identificados quais são os perfis dos cidadãos presentes no contexto das cidades inteligentes, assim como suas particularidades e necessidades perante ao uso de dados, as funcionalidades em que estão interessados em tais plataformas e os recursos de interação que podem facilitar a o contato de pessoas não-técnicas com essas bases de dados. Com os insumos levantados, foi desenvolvido um protótipo de baixa fidelidade que foi utilizado em avaliações de comunicabilidade com pessoas para entender os desdobramentos da utilização de recursos de interação adequados.

A íntegra da dissertação de mestrado do aluno Mateus Belizário pode ser acessada através no repositório institucional da UTFPR.