Doutorado

Publicado 4/20/2018, 11:16:45 AM, última modificação 4/20/2018, 2:20:06 PM

O PPGECT doutorado iniciou suas atividades no segundo semestre de 2013. O mesmo foi oriundo do trabalho de pesquisadores(as) que já atuavam no mestrado profissional do PPGECT. Sua peculiaridade é que o PPGECT gerou o primeiro doutorado acadêmico desenvolvido a partir de um mestrado profissional no Brasil. Deste modo configuram-se dois programas mediante a CAPES, porém integram a maioria de seus(as) pesquisadores(as) em uma parcela comum e, deste modo, muitas de suas ações convergem e são conjuntas trabalhando na maioria das ocasiões em uníssono.

 A missão do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia (PPGECT) é desenvolver formação de excelência em nível de Pós-Graduação para o ensino de ciência e tecnologia por meio de pesquisa, com o rigor da ética, de forma sustentável, produtiva e inovadora com atuação junto à sociedade considerando a natureza de atuação extensionista no desenvolvimento do conhecimento em âmbito da Educação Básica e do Ensino Superior.

 Baseado nesta missão temos:

Objetivos

Geral

Formar educadores-pesquisadores reflexivos e aptos para desenvolver atividades de ensino e pesquisa de alto nível, com foco nos conceitos científicos adequados às demandas da ciência e da tecnologia e ao contexto do seu ensino e sua interação direta com a Educação Básica e Superior e desdobramentos para a sociedade em geral.

Específicos

- Proporcionar fundamentos teóricos, metodológicos e epistemológicos ligados ao ensino e à aprendizagem de Ciência e Tecnologia, como subsídios para atuação adequada em sala de aula e para o desenvolvimento de pesquisa nas áreas específicas;

- Promover a atualização e o aprofundamento de conhecimentos relacionados ao conteúdo curricular específico, com destaque aos aspectos relevantes para a aprendizagem;

- Fomentar o desenvolvimento de produtos educacionais inovadores (manuais, vídeos, aplicativos, softwares, entre outros), a partir da elaboração de trabalhos que além da fundamentação e reflexão teórica convertam isso em pesquisa aplicada;

 - Contribuir para que o produto final da atividade de pesquisa resulte em ações potencialmente aplicáveis no sistema educacional de forma a superar o distanciamento entre as contribuições da pesquisa em Ensino de Ciência e Tecnologia e a sua adoção;

 - Desenvolver atividades de intercâmbio acadêmico e científico a nível nacional e internacional;

 - Atender a demanda da regional e brasileira para a Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia.

 Assim, há a seguinte proposição:

Justificativa

Dentre as demandas por formação continuada de professores na região de Ponta Grossa e macrorregião do Campos Gerais, do Paraná e Brasil, emergem questões ligadas às necessidades de uma educação científica sólida, que possibilite aos cidadãos prepararem-se para atender coerentemente às necessidades do ensino de forma consciente, crítica, ética e responsável.

De acordo com o documento Inova Engenharia (ABIPTI, 2006), que apresenta estratégias para promover uma ação de mobilização nacional pela modernização na educação e melhoria da formação científica no Brasil, a atualização de professores de nível médio tornou-se fundamental para atacar os problemas na raiz e propiciar a formação de um caldo cultural que garanta uma formação básica sólida, antes da entrada na universidade; ou seja, a formação adequada dos professores é condição fundamental para se atingir o nível de excelência na formação científica que o país necessita.

Apesar dessa demanda, o que se percebe em sua maioria, é um ensino ainda muito ligado ao tradicionalismo acadêmico e à reprodução do conhecimento. Segundo Moreira (2004, p. 11) “a prática educativa continua a não fomentar o aprender a aprender que permitirá à pessoa lidar frutiferamente com a mudança [...]”.

Além disso, os resultados apresentados por Mizukami (2002), Moreira (2002), Alves (2000, 2003), Krasilchik (2006), entre outros, grande parte dos docentes não tem conseguido implantar em sala de aula as propostas existentes, uma vez que sozinhos não se sentem seguros para o desenvolvimento de novas estratégias, pois possuem a carência de perspectivas que lhes possibilite a ação.

Diante desse quadro, o Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECT da UTFPR, Câmpus Ponta Grossa, identifica a necessidade de expansão das atividades de pesquisa na área. Tendo consolidado o mestrado profissional com conceito CAPES 5, para atender às demandas requeridas pela formação continuada de professores de Ciências e Matemática, agora trabalhamos para fortalecer o Doutorado com o intuito de dar continuidade ao trabalho já realizado, mas agora em um nível mais elevado, mantendo a coerência entre a área de concentração, linha de pesquisa e projetos.

O que se continua a propor é um curso de doutorado inovador, que além de resultar em artigos científicos e em uma tese, possibilite também o desenvolvimento de produtos didáticos pedagógicos inovadores, por meio de uma pesquisa aplicada, desenvolvida e testada, de modo a levar aos professores resultados práticos, que traduzam propostas efetivas para solução de problemas reais, identificados na prática docente do professor pesquisador.

Dito de outra forma, ao ingressar no curso de doutorado, o professor deverá pesquisar sua própria prática, identificar lacunas e problemas de aprendizagem, buscando caminhos e soluções. Para tanto, deverá buscar fundamentos teóricos, epistemológicos e metodológicos, e de posse desses fundamentos, deverá desenvolver produtos didático-pedagógicos, testando-os dentro das metodologias, controles e testes que darão rigor à pesquisa científica. Por fim, pretende-se que sejam disseminados os resultados aos seus pares, por meio da publicação de um livro, uma coletânea, um software, entre outros produtos que serão desenvolvidos, de modo a promover não só o incentivo à renovação pedagógica, mas também à reflexão teórica acerca da contribuição daquele produto para a área.

Ressalta-se, então, que o diferencial desta proposta se baseia na manutenção de um curso de doutorado voltado fortemente para a pesquisa aplicada, cujos produtos possam ser testados não só por seus  desenvolvedores, mas também validados por seus pares, em diferentes contextos, em que o foco deverá ser sempre a sala de aula, a aprendizagem do estudante, mas sem perder de vista a necessária reflexão teórica fundamentada nas teorias da aprendizagem e nos fundamentos teóricos e epistemológicos subjacentes ao processo de ensino e ao currículo.

Assim, o Programa de Doutorado PPGECT, da UTFPR, Câmpus Ponta Grossa, visa:

i) Consolidar o Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Tecnologia da Instituição;

ii) Verticalizar uma opção hoje necessária para professores da Escola Básica e professores de Ensino Superior da região, do Estado e no Brasil;

iii) Ampliar a opção de um curso no Programa de Pós-Graduação existente diante dos novos desafios criados com a parceria internacional de Science Master, BUAP (Benemérita Universidade Autônoma de Puebla-México) e INSA (Instituto Nacional de Ciências Aplicadas (INSA de Lyon-França), e IPB (instituto Politécnico de Portugal – Bragança), no âmbito do Acordo Trilateral, além de buscar constantemente outros.

iv) Criar um lócus para projetos mais amplos desenvolvidos na Instituição, como: Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia (SINECT), Jornada Brasileira do Grupo de Pesquisa Euro-LatinoAmericano (JMREAL), Projeto Observatório da Educação “Licenciatura em Ação: Repensando Práticas Pedagógicas e de Pesquisa” (em colaboração com a Universidade Estadual de Maringá), Workshops Paranaense de Arte-Ciência/Internacional Meetings on Art Science; entre outros.

v) Possibilitar novas interações internacionais futuras, especialmente com o “Museo Galileo” (antigo Instituto e Museo di StoriadellaScienza), de Florença (Itália), com troca de pesquisadores e envio de alunos em programas-sandwich para aquela Instituição, como discutido com o Diretor do Museo, Prof. Paolo Galluzzi, durante sua estada em nossa região, no evento “2nd International Meeting onArt-Sciece: Paolo Galluzzi in Brasile”; e sandwich em outras instituições;

vi) Potencializar a interação que hoje ocorre entre as Universidades de Puebla (México) e INSA (França), sob a perspectiva de um upgrade também nestas instituições com certificação internacional de doutorandos, como hoje estamos operando com os mestrandos;

vii) Ampliar o escopo da Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia (ISSN – 1982-873X) sediada e gerenciada pelo Programa na UTFPR;

viii) Possibilitar aos professores da área de ensino de ciência e tecnologia fundamentação teórica, metodológica e epistemológica sólida, como subsídio para formação continuada de alto nível, capacitandoos a aliar as atividades de sala de aula à pesquisa aplicada, e a promover ações de disseminação e de transferência dos seus resultados ao sistema educacional.

Perfil do Egresso

O(A) egresso(a) do Programa deverá estar apto(a), enquanto pesquisador(a), para atuar na educação em todos os níveis de ensino com condições de inovar sua prática docente em termos da compreensão e aplicação da ciência e da tecnologia no que se refere aos aspectos teóricos, metodológicos e epistemológicos, tendo em vista o uso das novas tecnologias, materiais didáticos e espaços que aprimorem a prática docente. Busca-se formar um(a) profissional/pesquisador(a) que contribua efetivamente para o desenvolvimento do Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologia e seja transformador de sua própria prática educacional e da prática daqueles(as) que o(a) cercam.

Considerando o descrito anteriormente, o PPGECT estabelece sua coerência e o alinhamento ente o título do programa, da área de concentração, das linhas de pesquisa, dos projetos de pesquisa, das disciplinas e atividades complementares aos objetivos do Programa e ao perfil profissional do egresso, sendo complementar o descrito abaixo:

Área de Concentração Ciência, Tecnologia e Ensino

A área de concentração Ciência, Tecnologia e Ensino visa a auxiliar os(as) docentes na compreensão, discussão, atualização e produção dos vários conhecimentos científicos e tecnológicos, suas implicações, interdependências, de maneira que os(as) profissionais(as) egressos(as) possam promover análise e desenvolvimento de estratégias e produtos que permitam o constante aprimoramento do processo de ensino-aprendizagem em Ciência e Tecnologia.