Home
/
Área Acadêmica
/
Lista de Disciplinas regularmente ofertadas ao Mestrado e Doutorado
/
Tópicos Especiais em Tecnologia e Sociedade: conceitos e abordagens teóricas de gênero

Tópicos Especiais em Tecnologia e Sociedade: conceitos e abordagens teóricas de gênero

Publicado 8/2/2018, 3:09:54 PM, última modificação 3/7/2024, 4:17:45 PM

Carga horária: 45h 

Créditos: 3 

Ementa: sujeito, sexo e gênero; teorias de gênero; abordagens históricas, antropológicas, sociológicas e discursivas de gênero; patriarcado e heterossexualidade normativa; masculinidades; estudos transgêneros; gênero e democracia. 

Referências bibliográficas:  

ADELMAN, Miriam. A voz e a escuta: encontros e desencontros entre a teoria feminista e a sociologia contemporânea. 2. ed. São Paulo: Blucher, 2016. Capítulo 2: “Novos sujeitos”, novos movimentos e a gênese de novas perspectivas teóricas. 

ALMEIDA, MarliseMíriam de Matos. Masculinidades: uma discussão conceitual preliminar. In: MURARO, Rose Marie; PUPPIN, Andréa Beltrão (Org.). Mulher, Gênero e Sociedade. Rio de Janeiro: Relume-Dumará/Faperj, 2001. 

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Tradução: Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. 

CONNELL, Raewyn. La organización social de lamasculinidad. In: VALDÉS, Teresa; OLAVARRÍA, José (Org.). Masculinidad/es: poder y crisis. Santiago: Isis/Flacso, 1997. 

COSTA, Suely Gomes. Saúde, gênero e representações sociais. In: MURARO, Rose Marie; PUPPIN, Andréa Beltrão (Org.). Mulher, Gênero e Sociedade. Rio de Janeiro: Relume-Dumará/Faperj, 2001. 

FEMENÍAS, MaríaLuisa. ¿Quédecimoscuandodecimos "sujeto"? In: TAMANINI, Marlene; BOSCHILIA, Roseli; SCHWENDLER, Sônia Fátima (Org.). Teorias e políticas de gênero na contemporaneidade. Curitiba: Editora da UFPR, 2017. 

FLUSSER, Villém. A consumidora consumida. Revista Comentário, Rio de Janeiro, ano XIII, v. 13, n. 51, 3º trimestre 1972. 

GATTI, José. Notas sobre masculinidades. In: PENTEADO, Fernando Marques; GATTI, José (Org.). Masculinidades: teoria, crítica e artes. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2011, p. 9-23. 

GÊNERO In: DORTIER, Jean-François (Dir.). Dicionário de ciências humanas. Revisão e coordenação da tradução: Márcia Valéria Martinez do Aguiar. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010. 

GIDDENS, Anthony. A transformação da intimidade: amor e erotismo nas sociedades modernas. Tradução: Magda Lopes. São Paulo: Editora da Unesp, 1993. 

GOFFMAN, Erving. Genderadvertisements. New York: Harper Torchbooks, 1987. Capítulo 1: Gender display. 

HIRATA, Helena; LABORIE, Françoise; LE DOARÉ, Hélène; SENOTIER, Danièle. (Org.). Dicionário crítico do feminismo. São Paulo: Editora Unesp, 2009. 

KATZ, Jonathan Ned. A invenção da heterossexualidade. Tradução: Clara Fernandes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1996. Capítulo 1: A genealogia de um conceito sexual. 

LAMAS, Marta. Usos, dificultades e posibilidades de lacategoría "género". In: ______ (Org.). El género: La construccióncultural de la diferencia sexual. PUEG/UNAM, Miguel ÁngelPorrúa: Cidade do México, 2013.  

LANZ, Letícia. O corpo da roupa: a pessoa transgênera entre a transgressão e a conformidade com as normas de gênero. Uma introdução aos estudos transgêneros. Curitiba: Transgente, 2015. 

MATOS, Maria Izilda Santos de. Gênero: categoria/perspectivas e constituição do campo historiográfico. In: TAMANINI, Marlene; BOSCHILIA, Roseli; SCHWENDLER, Sônia Fátima (Org.). Teorias e políticas de gênero na contemporaneidade. Curitiba: Editora da UFPR, 2017. 

MISKOLCI, Richard. O Vértice do Triângulo: a paranoia de Dom Casmurro e os espectros da elite brasileira finissecular. In: PENTEADO, Fernando Marques; GATTI, José (Org.). Masculinidades: teoria, crítica e artes. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2011, p. 71-94. 

STRATHERN, Marilyn. O gênero da dádiva: problemas com as mulheres e problemas com a sociedade na Melanésia. Tradução: André Villalobos. Campinas: Editora da Unicamp, 2006, p. 81-257. 

WINICK, Charles E. Unissexo: a dessexualização na vida americana. Tradução: César Tozzi. São Paulo: Perspectiva, 1972. Capítulos 8 e 10. 

Reportar erro