Home
/
Documentos
/
Pesquisa e Pós-Graduação
/
DIRPPG-CT
/
Manual Secretaria/Coordenação Pós Stricto-Sensu
/
Abertura de novos Programas de Pós-Graduação (Stricto Sensu)

Abertura de novos Programas de Pós-Graduação (Stricto Sensu)

Publicado 9/25/2018, 9:17:29 AM, última modificação 8/18/2021, 11:33:48 PM

Orientações para embasar a submissão de APCN's para a CAPES.

Após os devidos estudos preliminares, os processos para a proposição de novos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado/Doutorado) devem ser encaminhados ao Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação (COPPG), via Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação - através do SEI (ver instruções), contendo:

  • Cópia da ata de aprovação da proposta pelo Colegiado do Programa, no caso de APCN de Doutorado para Programa já existente, ou do Conselho Departamental, no caso de APCN de Programa novo;
  • Proposta do mestrado/doutorado usando o modelo específico, incluindo neste a planilha para apresentação dos indicadores de produção na APCN*;
  • Regulamento do Programa;
  •   Documentos suplementares exigidos pela área de avaliação (por exemplo, mecanismo de credenciamento e descredenciamento de professores);
  • Para docentes externos ao Câmpus proponente, deve ser anexado documento de anuência do Diretor Geral do Câmpus de lotação do professor, autorizando a participação, caso se trate de docente da UTFPR. Para docentes externos à UTFPR deve ser anexada autorização de participação na proposta;
  • Memorando de encaminhamento do(a) coordenador(a) da proposta para a DIRPPG.


Toda a documentação deve ser encaminhada apenas em formato eletrônico para a DIRPPG (via SEI), que irá encaminhar com memorando para a PROPPG, anexando também a carta de apoio da Direção do Câmpus.

IMPORTANTE: O encaminhamento para a DIRPPG deve ser feito com antecedência suficiente ao prazo limite de envio dos processos ao COPPG, de maneira a viabilizar a análise prévia da proposta nos termos solicitados pela PROPPG, incluindo sua viabilidade do ponto de vista de produção intelectual, sombreamento com outros Programas do Câmpus, espaço físico e carga horária na graduação, lembrando ainda que é preciso anexar a carta de apoio institucional da Direção do Câmpus, que a DIRPPG providencia após a análise dos parâmetros citados.

Após a aprovação da proposta no COPPG a Reitoria emite ofício de encaminhamento da proposta à CAPES, que deve ser anexado pelo(a) proponente na APCN, juntamente com o Regimento Geral da UTFPR.

Informações complementares:

* Planilha para apresentação dos indicadores de produção na APCN

A partir desta planilha, elaborada pela PROPPG, é possível calcular os indicadores de produção dos pesquisadores no quadriênio e também do corpo docente de uma proposta de curso novo de mestrado/doutorado.
PS: Como o peso do QUALIS dos artigos varia de área para área, ao preencher a planilha deve-se alterar o valor deste peso na aba específica (Pesos), conforme o documento de área.



Reportar erro