Home
/
Notícias
/
Cornélio Procópio
/
Docente do Campus Cornélio Procópio participa do 1º Hackathon de Análise de Dados em Saúde

Docente do Campus Cornélio Procópio participa do 1º Hackathon de Análise de Dados em Saúde

Publicado 4/23/2023, 9:41:53 PM, última modificação 4/24/2023, 10:51:18 PM
Equipe em que a professora participava foi a campeã do desafio!

A docente da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Cornélio Procópio, professora Elisangela Aparecida da Silva Lizzi, integrante do Departamento Acadêmico de Matemática, participou do 1º Hackathon de Análise de Dados em Saúde, promovido pelo Instituto Todos pela Saúde, na cidade de São Paulo nos dias 20 a 22/03/2023.

A competição contou com 30 participantes de todo o Brasil, que divididos em 6 grupos, desenvolveram e apresentaram ideias para o desenvolvimento de soluções na área da saúde conforme questões expostas no edital do processo de seleção. Os participantes precisaram trabalhar de forma integrativa e rápida, sendo colaborativos em ideias de soluções de análise de dados na área de saúde humana que estejam alinhadas à missão e à visão do ITpS, no pilar de análise de dados. A competição aconteceu na Universidade de São Paulo (USP) no centro de inovações (INOVA- USP) durante três dias seguidos.

Elisangela comentou que: Foi uma imersão para entregar uma solução para saúde pública. Havia profissionais de alto nível e de diferentes perfis. Considero que a experiência foi grandiosa. A minha equipe era multidisciplinar e contava com profissionais altamente qualificados de diferentes perfis. Acredito que o grande diferencial foi este, pois tínhamos uma visão panorâmica do que poderíamos entregar e completamente integrado ao que se usa no serviço de saúde.

Sobre a solução desenvolvida: Nossa solução tinha que entregar uma resposta para uma questão sobre processos de tomada de decisão nas Unidades Básicas de Saúde, como equipe todos tinham uma área de expertise e qualificação específica, quando fundimos as ideias e fizemos um alinhamento de ações o desfecho foi positivo e alcançamos o primeiro lugar. Além disso, havia pesquisadores de alto impacto que atuavam como facilitadores durante todo o processo. Pode-se citar também que a infraestrutura era de ponta, tanto de recursos humanos como físicos. A banca julgadora contou com pesquisadores renomados de diversas áreas e diretores de instituições importantes na área de data analitics, saúde pública, atenção primária e vigilância em saúde.

Sobre os diferenciais e conhecimentos prévios: “Gostaria de citar que eu era única participante de todos os 13 campis UTFPR, e como sou estatística com foco em análise de dados aplicados a saúde, conhecimento em vigilância em saúde e políticas públicas, isso trouxe um diferencial em compreender uma aplicação que fizesse sentido dentro do sistema público de saúde junto com a minha equipe formada por pessoas de diversos lugares do Brasil, como Belo Horizonte, Curitiba, Brasília e Recife. Ou seja, houve um rompimento de barreiras territoriais, equidade de oportunidade para participação, pois o evento cobriu as despesas de deslocamento e diárias dos participantes selecionados que residem fora da cidade de São Paulo-SP.”

Em complemento a docente afirma: Depois de três dias intensos de trabalho, lapidação da ideia, troca de conhecimentos com pesquisadores incríveis, que você faz somente citação da pesquisa dessas pessoas, como a Professora Ester Sabino que estava no evento e foi responsável pelo sequenciamento do DNA do corononavírus, conseguimos fechar chave de ouro e minha equipe foi CAMPEÃ! Além da visibilidade, recebemos um prêmio em dinheiro no valor R$ 10.000,00 (dez mil reais).”

Por fim Elisangela declara:“Vejo esse momento com muito entusiasmo na minha carreira profissional, ser selecionada para participar já era uma grande conquista (sim, houve um processo seletivo e muitos inscritos). Ganhar um prêmio desse nível é o referendo de uma trajetória de trabalho sério dedicada a pesquisa aplicada em saúde [ainda estou no começo]. Agradeço ao ITPS pela oportunidade e aos membros da minha equipe pelo trabalho colaborativo.Com muito orgulho sou professora e pesquisadora da UTFPR, campus Cornélio Procópio.”

Parabéns à professora pelo trabalho desenvolvido!

Reportar erro