Notícias
/
Curitiba
/
Mestrando da UTFPR-CT apresenta trabalho sobre segurança em hidrelétricas em fórum na Espanha

Mestrando da UTFPR-CT apresenta trabalho sobre segurança em hidrelétricas em fórum na Espanha

Publicado 11/28/2023, 12:15:48 PM, última modificação 11/28/2023, 12:20:18 PM
Erik Tarlles Silveira participou do evento “SBMO/IEEE MTT-S International Microwave and Optoelectronics Conference”.

Da esquerda para direita: Professor Marcos Tavares de Melo (General Chair), Professor Jean Carlos Cardozo da Silva (Orientador), Erik Tarlles Silveira (Mestrando CPGEI), Dr. Ignacio Llamas-Garro (General Chair). (foto: arquivo pessoal)

O mestrando de Engenharia Elétrica e Informática Industrial da UTFPR-CT, Erik Tarlles Silveira, participou do evento “SBMO/IEEE MTT-S International Microwave and Optoelectronics Conference” em Barcelona, no mês de novembro. Na ocasião, Tarlles apresentou sua pesquisa “Preprocessing Algorithm for Seismic Signals Monitored by Fiber Optic Distributed Sensors” na categoria de “Best Student Post Award”. O evento é um fórum bienal sobre micro-ondas, ondas milimétricas, terahertz e métodos e técnicas de fotônica para aplicação na ciência e na engenharia. O fórum é patrocinado pela Sociedade Brasileira de Microondas e Optoeletrônica (SBMO) e pela Sociedade IEEE de Teoria e Técnicas de Microondas do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos (IEEE MTT-S).    

 O trabalho de Tarlles envolve um algoritmo que funciona como método de análise aplicado em dados de sensores de som para que seja fácil de comparar com informações de sensores tradicionais, como os que medem terremotos, por exemplo. Essa é, ainda, apenas uma das etapas da pesquisa do mestrando. Agora, Thalles estuda como processar esses dados para conseguir identificar problemas dentro de uma barragem hidrelétrica, por exemplo. 

“Nós estamos trabalhando em monitoramento de usinas hidrelétricas, para aumentar a segurança de barragens, e esse algoritmo se aplica numa das etapas de processamento dos dados. O impacto é contribuir com a segurança operacional de barragens de usinas hidrelétricas, no desenvolvimento de sensores que podem ser usados para prever acidentes e incidentes, além da possibilidade de se verificar possíveis defeitos ou falhas na estrutura da barragem, reduzindo a probabilidade futura da ocorrência de acidentes”, explica o pesquisador. 

O SBMO contou também com a palestra do professor Jean Carlos Cardozo da Silva sobre tecnologias distribuídas de detecção de fibra óptica aplicadas ao sistema de energia. Ou seja, métodos utilizados para detectar problemas e/ou monitorar o estado de fibras ópticas para evitar problemas em um sistema de energia.