Home
/
Notícias
/
Curitiba
/
Parceria entre UTFPR Curitiba e Exército mapeia áreas de conservação na Serra do Mar

Parceria entre UTFPR Curitiba e Exército mapeia áreas de conservação na Serra do Mar

Publicado 5/6/2024, 3:47:43 PM, última modificação 5/6/2024, 3:49:40 PM
27º Batalhão Logístico do Exército Brasileiro recebe homenagem no campus Curitiba

Cartas topográficas atualizadas ajudam em operações de regate e combate a incêndios (Foto: Matheus Costa/ASCOM-CT).

A UTFPR Curitiba, em parceria com o Exército Brasileiro, realiza um projeto de extensão para mapear áreas de conservação na Serra do Mar. A colaboração, encabeçada pelo Departamento Acadêmico de Física (DAFIS), foi o foco de um evento realizado nesta segunda-feira (6), na sede Centro, para agradecer o 27º Batalhão Logístico do Exército Brasileiro pelo apoio à atividade extensionista “Mapeamento Sistemático das Áreas de Conservação Ambiental da Serra do Mar Paranaense para Operações em Áreas de Matas e Montanhas”. 

A homenagem contou com a presença da diretora-geral do campus, professora Rossana Finau, professores, servidores e representantes do Comando Militar do Sul. O Tenente-Coronel Guilherme Araújo Grigoli recebeu a homenagem e explicou sobre o funcionamento de um batalhão logístico, suas responsabilidades e atuações, dando exemplo de ações passadas que envolveram transporte, suprimento, manutenção, salvamento e engenharia em diversos eventos, como as Missões das Nações Unidas no Haiti (MINUSTAH), em 2004. 

O Projeto

O projeto “Mapeamento Sistemático das Áreas de Conservação Ambiental da Serra do Mar Paranaense para Operações em Áreas de Matas e Montanhas” realiza o mapeamento das trilhas da Serra do Mar e atualiza as cartas topográficas das áreas de conservação ambiental. Os participantes acrescentam informações às cartas, detalhes que podem ser úteis em operações de busca de salvamento e combate a incêndios ambientais nestes locais, por exemplo. Segundo Rodrigo Ricetti, servidor do DAFIS e coordenador do projeto, a participação do Batalhão significa a aproximação do Exército com a universidade e com a comunidade paranaense. 

“A importância [do projeto] seria a aplicação em atividades de busca e salvamento, combate a incêndio florestal, proteção ambiental, etc. A ideia é cada vez mais trabalhar perto dos órgãos governamentais” explica Ricetti.  

Dentre as atividades de extensão desenvolvidas está o mapeamento de trilhas e cartas topográficas de áreas de conservação, além de cursos de primeiros socorros em áreas remotas. Assim, o projeto busca a proteção ambiental e a capacitação dos participantes. O projeto é aberto a qualquer pessoa da comunidade acadêmica, contudo, dada a natureza das atividades, é importante que o interessado tenha afinidade com espaços ao ar livre.  

Saiba mais sobre o projeto e suas ações na reportagem produzida pela comunicação do Comando Militar do Sul clicando aqui.