UTF na escola

Publicado 8/27/2019, 2:07:50 PM, última modificação 10/31/2022, 8:28:37 PM
Estudantes do Colégio Estadual de Renascença participam de oficinas ofertadas pela UTFPR

A UTFPR de Francisco Beltrão desenvolve ao longo do ano diversas ações com o intuito de aproximar a escola e os alunos da educação básica da universidade. Na terça-feira (27), universitários e servidores estiveram no Colégio Estadual de Renascença Padre José Junior Vicente, no município de Renascença (PR). Cerca de 350 alunos do 9º ano do ensino fundamental, e dos três anos do ensino médio participaram de oficinas e conheceram um pouco do dia a dia das graduações.

As oficinas apresentadas foram de compostagem de resíduos domésticos, medida de distância sem trena, técnicas de revelação de impressões digitais, teatro, bolhas de sabão gigantes, tecnologias aplicadas, pasta de dente de elefante e por que higienizar os vegetais?

De acordo com uma das organizadoras da atividade, Lizandra Felippi Czerniaski, a ideia é por meio das oficinas, apresentar aos alunos a universidade e as possibilidades do estudante de uma universidade federal. “Eles nos acolheram muito bem no espaço escolar e mostramos os quatro cursos que ofertamos por meio das oficinas, de uma maneira atrativa. O aluno de uma universidade federal tem acesso ao lugar que mais produz conhecimento científico, a universidade vivencia de fato o tripé ensino, pesquisa e extensão”.

A diretora do Colégio em Renascença, Jaquelaine Folle Karkling, destaca a importância da atividade. “Essa parceira é indispensável porque quando a universidade vem só pra divulgar e entregar um folder não tem geração de conhecimento, não tem o convívio, não tem o contato. A proposta de oficinas é interativa e atraente, flui melhor e auxilia eles a tomarem uma decisão”, enfatiza.

A pedagoga do Colégio, Marta Guollo, também destaca a relevância do ensino superior gratuito e de excelência. “Ter uma universidade pública e com a qualidade da UTFPR assim tão pertinho é muito importante para os jovens da nossa região. E os universitários estarem em contato com nossos estudantes e conduzindo as oficinas é diferente do que nós, que estamos com eles no dia a dia falarmos”, destaca.

A UTF na Escola já beneficiou os alunos do Colégio Estadual de Marmeleiro e Colégio Estadual Telmo Octávio Muller, também de Marmeleiro e no dia 11 de setembro estará no Colégio Estadual Castro Alves, em Enéas Marques. “Temos ainda um evento que se chama Vem Pra UTF onde estudantes de Francisco Beltrão participam de oficinas e conhecem a estrutura da federal de Beltrão. Neste ano será realizado no dia 16 de outubro”, finaliza Lizandra.